Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Programa Ambial

O foco é a educação alimentar e ambiental integrada a outras

Sábados Azuis

No AR em 26/02/2012 - 01:00

Sábados Azuis - DSC04929-redimensionada
Em 2003, um grupo de educadores da rede pública de Santa Catarina viu que para atingir bons resultados, precisaria ir além do ensino tradicional. Assim nasceu o Ambial, programa complementar implantado em 130 escolas públicas nas regiões de menor IDH do estado.

O episódio da série Sábados Azuis: Histórias de um Brasil que dá certo, que vai ar no sábado (25), às 22h, vai mostrar o trabalho do Ambial, implantado em São José, cidade com cerca de 200 mil habitantes, a 9 km de Florianópolis. O foco é a educação alimentar e ambiental integrada à outras atividades educativas.

Uma dessas escolas é a Escola de Educação Básica Aldo Câmara da Silva. Próximo ao terreno da escola havia uma espécie de lixão e muitos alunos apresentavam quadro de anemia e de contaminação devido ao lixo. Após a adesão ao programa em 2005, a qualidade de vida da comunidade e dos alunos aumentou consideravelmente.

Rose é coordenadora geral do Ambial e uma das professoras que tomou a iniciativa de criar o Projeto de Educação Ambiental e Alimentar. Ela defende a ideia de um educador com visão holística, que faça o aluno se apaixonar pelo mundo.

Isabel era cozinheira em um hotel de Santa Catarina e mãe de dois filhos. Após o falecimento da mais velha, sentiu necessidade de passar mais tempo com o filho mais novo. Passou a fazer parte das atividades escolares e sua dedicação chamou a atenção da direção da escola. Hoje ela é a encarregada da horta e da preparação dos pratos.

Gladis é nutricionista e cuida do planejamento alimentar das escolas de Santa Catarina e presenciou as primeiras reuniões do Ambial. Ela fala sobre a importância da alimentação no desenvolvimento da criança e como isso é fundamental para uma sociedade saudável.

Ana Júlia Sagas tem apenas 10 anos e fala com empolgação e eloqüência sobre cuidados com o meio ambiente. Separa o lixo de casa e, o que for reciclável, leva para as lixeiras da escola. Ana influenciou positivamente a vida da família, que não sabia da importância da sustentabilidade.




Criado em 26/02/2012 - 03:00 e atualizado em 18/04/2012 - 16:24

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí