Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Dois Africanos

A trajetória da dupla que une o pop mundial com ritmos africanos

Segue o Som

No AR em 13/01/2018 - 14:00

Este Segue o Som convida a dupla Dois Africanos para bater um papo sobre sua trajetória artística. Em 2012, enquanto eram intercambistas no Brasil, Opai BigBig, do Benin, e Izy Mistura, do Togo, se conheceram e começaram a compor letras em português, francês, inglês e línguas africanas, como Mina e Fon. Na entrevista com Mauricio Pacheco, a dupla conta que seu principal objetivo é mostrar a presença de ritmos africanos na música de outras partes do mundo, assim como unir sons culturalmente difundidos na África com a roupagem da nova música pop mundial.

As letras cantadas por Dois Africanos retratam a vida dos jovens africanos que buscam sonhos em outras partes do globo. A banda aborda assuntos como a integração do continente com o mundo, a realidade do povo africano e a mistura presente na cultura afrobrasileira e a juventude.

“O jovem brasileiro tem cada vez mais interesse na Africa, eu dou palestras e percebo isso", observa BigBig.

Os artistas contam como foi o início da profissionalização, quando um amigo da rede de africanos expatriados no Brasil investiu dinheiro para que gravassem um primeiro demo. Depois desse esforço inicial, a responsável pela difusão do trabalho da dupla foi a participação em um reality show musical que catapultou a imagem dos dois e os fizeram atingir públicos a que normalmente não teriam acesso. Com seus sotaques carregados, BigBig e Izy comentam também sua maior influência, o hip hop, e comentam como o gênero é talvez o mais difundido do mundo, com representantes nos quatro continentes. 

Maurício Pacheco com a banda Dois Africanos
Maurício Pacheco com a banda Dois Africanos - Divulgação

Sobre o intercâmbio cultural entre Brasil e África, a dupla comenta que é necessário ressignificar a imagem do continente por aqui. Sem deixar de falar nos problemas, é preciso expor a África como ela é: vibrante, alegre e culturalmente rica. “O que tá acontecendo hoje entre Brasil e África é maravilhoso, porque não temos mais a Europa intermediando essa relação, ela se dá de forma direta. As pessoas já começam a entender que são muitas Áfricas dentro da mesma”, argumenta BigBig. 

Tags:  dois africanos

Criado em 11/01/2018 - 11:15

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí