Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Defensoria pública do Rio e a descriminalização do aborto

Coordenadora do orgão fala do pedido de descriminalização ao STF

Sem Censura

No AR em 10/01/2018 - 17:00

Ainda falamos de carnaval, câncer de mama e música. Os nossos convidados são:

Leonardo Bruno é jornalista. Ele fala sobre as expectativas do carnaval 2018.

Ana Costa é cantora. Ela acaba de lançar o álbum 'Do começo ao fim', com o bandolim de Carrapicho Rangel.

Dr. Marcelo Bello é mastologista. Ele explica como um exame de sangue pode ajudar no tratamento do câncer de mama.

Véspera do Dia Nacional de Redução da Mortalidade Materna, ato na Praça XV, defende a descriminalização do aborto e destaca o alto índice de mortes em abortos clandestinos
Ato na Praça XV, mulheres defendem a descriminalização do aborto e destacam o alto índice de mortes em abortos clandestinos - Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Arlanza Rebello é coordenadora de defesa dos direitos da mulher da defensoria pública do Rio de Janeiro. Ela fala sobre as razões da defensoria pedir ao STF o fim da criminalização do aborto.

Criado em 10/01/2018 - 12:10

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Ultimas

O que vem por aí