Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Sem Censura celebra 100 anos de João Cabral de Melo Neto

Perfeccionista, o poeta imprimiu injustiças sociais em versos

"E não há melhor resposta 
que o espetáculo da vida: 
vê-la desfiar seu fio, 
que também se chama vida

O Sem Censura presta uma homenagem a João Cabral de Melo Neto, poeta pernambucano que completaria 100 anos no dia 9 de janeiro. 

Para comentar a relevância do escritor, convidamos a professora de literatura brasileira da Universidade Federal Fluminense (UFF) Flávia Amparo e o ator, apresentador e roteirista Renato Farias, diretor do espetáculo João Cabral, encenada pela Cia de Teatro Íntimo.

Amparo é ex-aluna do poeta, ensaísta e crítico literário Antônio Carlos Secchin, um dos maiores estudiosos da obra de João Cabral. Ela deu continuidade às pesquisas e destaca obras e influências importantes do escritor. Já Renato Farias mergulhou na obra do poeta recifense para montar a peça João Cabral. Com uma pegada poética, o espetáculo dramatiza poemas e cartas do escritor. Nenhum dos atores interpreta o homenageado. Eles recriam as referências no palco. 

Apresentador do programa Ciência & Letras, no Canal Saúde da Fiocruz, Renato assinou roteiro e direção da peça João Cabral, quando mergulhou no universo do poeta. No Sem Censura, ele lê e interpreta poesias do escritor.

Autor de clássicos como Morte e Vida Severina, o primeiro brasileiro a receber o Prêmio Camões, João Cabral é dono de versos simples, mas de rigor formal, inspirados na pobreza de conterrâneos nordestinos.

O Sem Censura está em horário especial de verão e começa às 18h, até lá!

João Cabral de Melo Neto  em momento de descontração
João Cabral de Melo Neto em momento de descontração - Divulgação/MREJoão Cabral de Melo Neto -

Criado em 09/01/2020 - 12:45

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí