Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

É possível ter um carnaval sustentável?

Foliões têm uma série de opções para neutralizar impacto ambiental

Sem Censura

No AR em 11/02/2020 - 18:00

Quando ela soube que o glitter comum era feito de microplásticos, Frances Sansão, uma amante do brilho e do carnaval, não se conformou e começou a fazer experimentos caseiros até criar uma solução biodegradável, que não poluísse os oceanos. O que era para ser uma brincadeira de carnaval, acabou virando coisa séria e assim nasceu a Pura Bioglitter, há três anos. 

A demanda foi muito maior que Frances esperava. Ela precisou expandir a produção e agora conta com seis sócias e mais cinco colaboradoras para as vendas no carnaval. Além da loja online, a empresa tem mais de 70 pontos e parceiros de revenda em todo o país. Já fez ainda ações com grandes marcas como a Farm.

Hugo Camarate  é fundador do bloco de carnaval "Vagalume, o verde". Desfilando a sustentabilidade, discutindo temas como o descarte adequado do lixo, o bloco prioriza fantasias e adereços criados a partir de materiais reciclados. Outra proposta é plantar mudas de árvores para neutralizar o impacto ambiental causado pelo desfile.

O Sem Censura quer te ajudar a brincar o carnaval sem poluir o planeta, acompanhe a conversa com Frances e Amarante.

O programa está em horário especial de verão e começa às 18h.
 

Banco de Imagem (2018)
Cordão do Boitatá leva alegria contagiante às ruas do Rio- Tânia Rêgo - Agência Brasil

Criado em 11/02/2020 - 12:00

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí