Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Som na Rural estaciona na TV Brasil durante o Carnaval

Projeto mostra grupos tradicionais da cena cultural pernambucana

O programa Som na Rural vai animar as tardes da TV Brasil durante os quatro dias de folia. A atração conduzida pelo agitador cultural Roger de Renor vai levar para a telinha a apresentação de tradicionais grupos musicais pernambucanos. Os ritmos vão desde a popular ciranda até o célebre maracatu.

As edições carnavalescas do Som na Rural vão ao ar diariamente, de sábado (10) até terça-feira (13), às 17h, na emissora pública. Quatro grupos se apresentam no programa sendo um em cada dia: Bongar; César Michiles e Transversal Frevo Orquestra; Ciranda de Nazaré da Mata; e Boi Marinho.

Produzida e gravada no estúdio da TVU de Pernambuco, a atração tem como destaque a antiga Rural Willys estacionada na locação. Nos encontros com duração de uma hora, Roger de Renor entrevista os músicos convidados que fazem performances marcantes.

Atrações de cada dia

O primeiro programa, que vai ao ar no sábado de carnaval (10), recebe o grupo Bongar, formado por seis jovens do terreiro Xambá do Quilombo do Portão do Gelo, em Olinda. Criado em 2001, o grupo mostra no palco a tradicional festa do Coco da Xambá, que existe há mais de 40 anos. O Bongar tem uma musicalidade muito forte de diversas influências musicais, vivenciadas nos cultos afro-brasileiros, principalmente da linhagem Xambá.

No domingo (11), Roger de Renor entrevista César Michiles e a Transversal Frevo Orquestra. À frente de 19 músicos, o flautista pernambucano César Michiles apresenta o frevo ao som de instrumentos de sopro. Filho do consagrado compositor de frevo Jota Michiles, César usa a flauta como principal instrumento da orquestra de frevo. O show do grupo conta ainda com a participação da cantora, compositora e instrumentista Isaar.

Já na segunda-feira (12), o Som da Rural traz para a telinha o ritmo da ciranda com o mestre Anderson Miguel. Ele representa a nova geração dos mestres cirandeiros e de maracatu. O artista iniciou na atividade por influência dos pais, que até hoje vivem e brincam no Maracatu Cambinda Brasileira, de Nazaré da Mata.

Na última edição especial, na terça-feira (13), é a vez do Boi Marinho, grupo criado no carnaval de 2000 e que desfila pelas ruas de Olinda na Quarta-Feira de Cinzas. Fundado por Helder Vasconcelos, o bloco também faz apresentações fora da época de carnaval e já participou do Festival Europalia, na Bélgica; do Festival da Macuca, no interior de Pernambuco; e no Festival de Dança do Recife.

Sobre o programa

O Som na Rural surgiu há nove anos, como programa de televisão veiculado na TV Brasil. Em 2013, a atração se tornou independente, sendo produzida por Nilton Pereira e apresentada por Roger de Renor. Desde então, o Som na Rural passou a reunir centenas de pessoas pelos espaços públicos do Recife, impulsionando a reflexão sobre a ocupação e participação política na cidade. Os quatro episódios do programa deste Carnaval foram coordenados e produzidos por Clara Angélica, da Universidade Federal de Pernambuco.

Serviço:
Som na Rural – sábado (10), às 17h, na TV Brasil
Som na Rural – domingo (11), às 17h, na TV Brasil
Som na Rural – segunda (12), às 17h, na TV Brasil
Som na Rural – terça (13), às 17h, na TV Brasil

Da Gerência de Comunicação Institucional
Empresa Brasil de Comunicação - EBC
Contato: (21) 2117-6818
 

Ultimas

O que vem por aí