Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Nélida Piñon comenta críticas e comparações com Clarice Lispector

Escritora confessa que nada disso a abalou

Na entrevista ao Trilha de Letras, a escritora Nélida Piñon comenta as críticas e as comparações com o trabalho de Clarice Lispector no início de sua carreira. Ela conta que, à época, um crítico literário chegou a chamá-la de "papel carbono" de Clarice. 

"De uma crueldade sem limite. Arrasador", desabafa a escritora carioca a respeito da comparação. "Ao mesmo tempo, outros diziam que eu era um gênio e que era a nova 'Clarice'", acrescenta. 

Amiga íntima de Clarice, a ex-presidente da Academia Brasileira de Letras conta que a escritora ligou para sua casa, preocupada que os comentários pudessem afetar a relação. "'Nélida, você jura que isso não vai atrapalhar a nossa amizade?' Eu disse: 'Clarice, eu vou ser sua amiga até o final da sua vida e da minha'. E foi", relata.

Nélida revela também que as duas não conversavam sobre técnicas narrativas. "A Clarice não gostava. Ela tinha uma singeleza extraordinária e ao mesmo tempo era como se dissesse: 'Chega de tanta literatura'", descontrai a escritora.

A entrevista completa com Nélida Piñon vai ao ar na terça-feira (13/3), às 21h15, na TV Brasil.

Nélida Piñon participa do Trilha de Letras
Nélida Piñon participa do Trilha de Letras - Divulgação

Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.

Criado em 09/03/2018 - 15:00 Por Davi de Castro/TV Brasil

Ultimas

O que vem por aí