Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Henrique Rodrigues analisa o "peso" das premiações a jovens escritores

Escritor critica desconfiança e rótulos dados a autores iniciantes

Responsável pelo Prêmio Sesc de Literatura, o escritor Henrique Rodrigues discute no Trilha de Letras a importância das premiações literárias. Ele destaca a abertura que tais honrarias possibilitam às novas vozes no mercado literário, mas pondera que nem tudo são flores.

No Prêmio Sesc deste ano, por exemplo, os vencedores foram dois jovens autores, a carioca Juliana Leite, 35 anos, e o gaúcho Tobias Carvalho, 22 anos. Henrique Rodrigues observa com cautela o "peso" que uma premiação pode trazer a escritores que estão começando a carreira, por levar consigo, muitas vezes, o rótulo de "revelação" e "grande promessa".

"O jovem autor, às vezes, é visto com desconfiança. 'Ah, ele não é muito bom ainda até chegar numa editora grande'. Daí o pessoal coloca logo um rótulo de 'grande promessa'. Alguns, inclusive, desaparecem. Tem gente que diz que é até um agouro ser chamado de grande promessa da literatura porque depois fica aquela cobrança", dispara. 
 

Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.

Criado em 13/07/2018 - 11:30

Ultimas

O que vem por aí