Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

TV Brasil estreia série infantil "Diário de Luli" nesta segunda

Produção independente do Piauí apresenta histórias de lendas

O seriado infantil "Diário de Luli" é uma das estreias da programação de verão da TV Brasil. A produção independente inédita entra no ar nesta segunda (2) às 17h, no encerramento da faixa dedicada às crianças, a TV Brasil Animada.

Com 26 episódios de 13 minutos, a primeira série de ficção totalmente produzida no Piauí será exibida pela emissora pública de segunda a sexta com dois capítulos em sequência. A trama acompanha a história de Maria Luisa (Serena Morais), a Luli, uma menina com precoces dotes intelectuais.

A partir das convenções de gênero da comédia, Diário de Luli mostra as descobertas da protagonista, os conflitos, os dilemas e as descobertas próprias da pré-adolescência.

A vida da garota muda quando ela consegue uma bolsa de estudos em um conceituado colégio particular da capital. A família de Luli se muda de uma pequena cidade no sul do Piauí para Teresina.

Como tema de fundo, a obra destaca o aprendizado sobre as diferenças, a quebra de preconceitos e a discussão sobre padrões em uma sociedade em rápida transformação.

Com ritmo dinâmico, a série apresenta ao longo da primeira temporada diferentes desenhos familiares através de uma variada gama de personagens secundários - cada um com seus conflitos, desafios e peculiaridades.

Desafios escolares e mudanças na família

Irmão mais velho de Luli, Rodrigo se ressente de ter que deixar os amigos e a vida social que tinha no antigo colégio em sua cidade natal. A súbita transição para Teresina não agrada em nada o rapaz que a responsabiliza pela alteração radical no cotidiano da família.

Luli, que adoraria ser uma criança comum, acaba sendo singularizada por seu potencial em gerar amizades e ter um QI altíssimo, em uma família que no geral é bastante indistinta.

A jovem também enfrenta desafios na formação e vida social. Em seu novo colégio, Luli sofre com o ciúme de colegas que aspiram ter seu nível de atenção e talento, além de vivenciar os dramas comuns à pré-adolescência.

Ao chegar em Teresina, a família de Luli terá que lidar com um novo desenho de funcionamento, uma transformação em seu cotidiano e sua estrutura: o pai, Hélio, acaba não encontrando emprego. Em Teresina, o setor de serviços é predominante. Assim, as oportunidades para ele são escassas.

Diana, mãe de Luli, acaba se tornando arrimo de família graças a seu trabalho como advogada, cuja a carteira de clientes não para de crescer. Hélio assume os afazeres doméstico da residência.

Valorização do conteúdo independente nacional

Realizada pela Guabes Produções, do Piauí, a série é um dos conteúdos audiovisuais independentes que foram selecionadas pelo programa Brasil de Todas as Telas, linha do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), através do Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Audiovisual (Prodav/TVs Públicas).

"Diário de Luli" teve a Produção Executiva de Denise Martins e Frederico Almeida. A produção foi dirigida por Jerusa Franco e Marcelo Negri com elenco, inteiramente formado por artistas piauienses. Essa obra é fruto de uma linha de financiamento específica para produtoras independentes do Nordeste.

A TV Brasil é um dos canais que mais exibe conteúdo independente nacional. Além de ser uma grande apoiadora da produção de conteúdo infantil no mercado independente do país, a TV Brasil estimula novos realizadores e reforça valores como a não violência e a tolerância às diferenças. Referência na TV aberta, o canal é uma das principais janelas para desenhos e animações nacionais.

Estímulo às produções infantis com acessibilidade

Com mais de 50 horas semanais de conteúdo audiovisual para crianças e jovens, a emissora pública apresenta sessão diária com desenhos e séries de segunda a sexta-feira, a TV Brasil Animada. Em abril, quando a emissora estreou nova programação, a faixa dedicada ao público infantil foi reforçada.

No início da manhã, às 7h30, o canal exibe uma sessão especial que até 9h30 reúne produções para a garotada com todos os recursos de acessibilidade, como audiodescrição, legenda oculta, interpretação em LIBRAS e dublagem.

Em seguida, a partir das 10h, a TV Brasil Animada leva ao ar mais de sete horas consecutivas de conteúdo infantil e juvenil educativo até às 17h30, praticamente sem interrupções. À noite, crianças e jovens ainda podem curtir atrações no Verão TV Brasil Animada entre 21h30 e 22h30.

A faixa também tem espaço maior aos fins de semana, nos sábados e domingos de 10h às 12h30. Aos domingos, ainda tem janela entre 15h e 16h. Essa programação para crianças e jovens é organizada por faixa etária e destaca-se pela ausência de publicidade que incentive o consumismo.

Muitas animações de sucesso no país e no exterior estão em cartaz na grade da emissora pública como O Show da Luna!, SOS Fada Manu, Carrapatos e Catapultas, e Osmar – a primeira fatia do pão de forma. Destaque, ainda, para a série Detetives do Prédio Azul, além dos programas Cozinhadinho e Amigos do Pelotão.

Serviço:
TV Brasil Animada - segunda a sexta, das 7h30 às 9h30, das 10h às 17h30, das 21h30 às 22h20; sábados e domingos, das 10h às 12h30; domingos, das 15h às 16h.
Estreia - "Diário de Luli" - segunda a sexta-feira, às 17h, na TV Brasil

Da Gerência de Comunicação Institucional
Empresa Brasil de Comunicação - EBC
Contato: (21) 2117-6471 / (21) 2117-6239

Criado em 29/11/2019 - 17:15 e atualizado em 29/11/2019 - 17:15

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí