Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

TV Brasil exibe o inédito “Historias del Canal”

Filme panamenho tem o Canal do Panamá como pano de fundo

Cinco cineastras revelam sua visão sobre relatos que se estendem por todo um século. A produção conta a história de homens, mulheres e crianças que são influenciados pela existência do Canal do Panamá, considerado um dos maiores feitos de engenharia do mundo.

Os acontecimentos em torno do Canal mudaram a história não só de um país, mas também do mundo. As cinco histórias são intituladas "1913", "1950", "1964", "1977" e "2013".

Em “1913”, a desigualdade social, racial e de gênero é enfrentada por pessoas de ascendência africana durante a construção do Canal do Panamá. Embora 1913 seja um ato de ficção, o filme se inspira em milhares de histórias reais.

O filme “1950” traz a visão de uma criança (Jake), dividida entre deixar sua terra natal (a Zona do Canal), sua atração pelo que está por trás das cercas que o envolvem (a cidade do Panamá) e a promessa de sua mãe de que ficará feliz nos EUA, um país que considera seu.

Dirigida por Abner Benaim, a comédia “1977” conta história de um motorista que trabalhou para os negociadores dos EUA às vésperas dos tratados Torrijos-Carter.

O drama “2013” reúne elementos narrativos das outras quatro histórias.

Trata da dignidade e orgulho do passado, do presente e do futuro do Panamá. Do heroísmo na construção e expansão do Canal e pelos tratados Torrijos-Carter.

Serviço:
Cine Ibermedia: “Historias del Canal”
Inédito. 106 min. Título original: Historias del Canal. País: Panamá. Ano: 2014. Gênero: drama. Direção: Carolina Borrero, Pinky Mon, Luis Franco Brantley, Abner Benaim, Pituka Ortega Heilbron. Elenco: Lakisha May, Carlos Goldstein Alemán, Iván González, Hannah Schöbitz, Luis Manuel Barrios, William McNamara. Classificação Indicativa: 18 anos.
Quinta-feira, 15 de março, às 23h45, na TV Brasil.

Da Gerência de Comunicação Institucional
Empresa Brasil de Comunicação - EBC
Contato: (21) 2117-6818

Ultimas

O que vem por aí