Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

O combate para curar o mundo com palavras

ONG tenta acabar com o discurso de ódio e preconceito

Um olhar sobre o Mundo

No AR em 17/09/2018 - 21:45

Foi ao ver de perto a competência com que o Estado Islâmico divulga suas ações e recruta novos soldados, que a jornalista Beatriz Buarque, então no Oriente Médio para um curso, teve a ideia de combater a intolerância e o extremismo na internet armada apenas com palavras. Criou então o Palavras Curam o Mundo (Words Heal the World), um projeto e uma ONG cuja finalidade é minar a influência do ódio e do preconceito, usando apenas o verbo, os bons argumentos.

Em conversa com o jornalista Moisés Rabinovici, Beatriz fala sobre a ideia e sobre o caminho percorrido para transformá-la em realidade. Hoje, 22 instituições (três delas brasileiras) integram o projeto que conta com a parceria de universidades como a Federal do Rio de Janeiro e a de Westminster, em Londres, para confrontar ideologias e mensagens extremistas mundo afora.

Ultimas

O que vem por aí