Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Mestre Damasceno sintetiza cultura popular marajoara

Artista cego é um dos principais nomes da música da Ilha do Marajó

Criador do búfalo-bumbá na cidade de Salvaterra, na Ilha do Marajó, repentista, cantador de carimbó, compositor de sambas, fazedor de rimas, poeta, pescador, artesão. Por tudo isso e muito mais mestre Damasceno é o homenageado deste Visceral Brasil - As Veias Abertas da Música.

O documentário A invenção do búfalo conta a história de Damasceno Gregório dos Santos, um dos grandes mestres da tradição oral brasileira ainda vivo. Não é à toa que sua dedicação à cultura popular marajoara foi reconhecida em 2010 pelo então Ministério da Cultura, ao premiá-lo com o “Prêmio Maria Isabel”.

Mestre Damasceno é representante legítimo do carimbó marajoara
Mestre Damasceno é representante legítimo do carimbó marajoara, por Plural Filmes

Mestre Damasceno tem mais de 400 composições, entre toadas de boi-bumbá, carimbós, xotes, chulas, sambas e até bregas. Pai de nove filhos, afro-indígena, cego desde os 19 anos, sua trajetória de vida é marcada pela superação.

Compor marchinhas era brincadeira de infância,  conta mestre Damasceno
Compor marchinhas era brincadeira de infância, conta mestre Damasceno, por Plural Filmes

Criado em 02/10/2019 - 15:55

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí