Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Antenize embarca no fantástico mundo do Cirque du Soleil

Atração recebe Emerson Neves, treinador dos acrobatas da cia

Antenize

No AR em 04/05/2019 - 21:30

O Antenize recebe nesta edição o treinador chefe da montagem dos acrobatas do Cirque du Soleil, o paulista Emerson Neves. Desde a infância, Emerson atuava como acrobata em piscinas e logo se tornou atleta profissional de saltos. Prestes a tentar uma vaga nos Jogos Olímpicos, sofreu uma lesão que o deixou fora da competição. Com a cabeça no lugar, continuou treinando e participando de shows aquáticos na Europa, até que surgiu uma oportunidade para trabalhar com o Cirque du Soleil em 2006. Foi acrobata até os 40 anos e então passou a coordenar os treinamentos das equipes de artistas da companhia circense.

Com uma média de 25 horas de treinos acrobáticos por semana, divididas entre os artistas, sem contar a preparação física e os shows, Emerson comenta a experiência de trabalho árduo na maior companhia de circo do planeta. Atualmente o grupo está em cartaz pelo Brasil com o espetáculo “Ovo”, que conta também com a presença de outros brasileiros na equipe.

Karina Cardoso bate um papo com o treinador Emerson Neves, que trabalha há mais de 10 anos no Cirque du Soleil
Karina Cardoso bate um papo com o treinador Emerson Neves, que trabalha há mais de 10 anos no Cirque du Soleil - Divulgação/TV Brasil

Confira nos quadros dessa edição:

Garimpando: O aplicativo “Traz Favela”, em Salvador (BA), conecta empresas e restaurantes com motoboys que estão dispostos a oferecer o serviço de entrega nas regiões mais afastadas do centro. O app está em fase final para o lançamento ainda neste semestre e promete atuar no ramo de entrega de comidas, gás, medicamentos e serviços de supermercado. O quadro também apresenta o trabalho do “Labhacker”, um espaço dentro do Congresso Nacional, em Brasília (DF), para promover o desenvolvimento colaborativo de projetos inovadores em cidadania relacionados ao poder legislativo.

In Loco: Museu Vivo da Memória Candanga, em Brasília (DF). O local histórico abrigou o primeiro hospital da capital federal, ainda na época de Juscelino Kubitschek. O acervo é composto pelas edificações históricas, peças, objetos e fotos da época da construção da cidade. E aproveitando a ocasião, Karina Cardoso visita a mostra “Entre Cores e Utopias”, trabalho da historiadora e pesquisadora de artes visuais Renata Almendra, ilustrado com fotografias da arquiteta e urbanista Juliana Torres, ambas egressas da Universidade de Brasília. São mais de trinta imagens que traçam um passeio por grafites feitos em Brasília e seus arredores.

Olá Brasil: Conheça o trabalho envolvente do músico de Belém (PA) Jeff Moraes. Seu trabalho homenageia a população negra que tem sua história em paralelo ao universo da Amazônia brasileira. 

Streamando: O videoclipe “Café Amargo”, da banda Joe Silhueta, de Brasília (DF).

Criado em 02/05/2019 - 14:45

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí