Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Estreia do programa que mistura televisão, literatura e teatro

Autor por Autor

Com estreia marcada para o dia 22 de abril, às 22h, Autor por Autor é um misto de TV, literatura e teatro, com a missão de incentivar a leitura e promover a literatura brasileira. Usando muita criatividade, a intenção é despertar a vontade de ler mais sobre a vida e a obra dos grandes escritores brasileiros.

Gravada nos estúdios da TV Cultura, em São Paulo, a série foi produzida em HD e tem cenário virtual. Dirigida por Ricardo Elias, compõe e recompõe a vida de autores, mesclando entrevistas - com cada escritor -, dramatizando suas vidas e transformando-as em ficção. A ideia é contar como tal autor tornou-se o escritor que é, na atualidade. A sua vivência, os livros que leu, as influências que sofreu, e tudo mais que foi decisivo em sua formação. Atores como Othon Bastos, Leona Cavalli, Tuca Andrada incorporam e encenam a vida de grandes nomes da literatura.

Autor por Autor propõe um diálogo com o jovem que tem os primeiros contatos com grandes escritores como João Ubaldo Ribeiro, Ana Miranda, Carlos Heitor Cony e muitos outros. Instigar a curiosidade de quem assiste ao programa e fazer com que desperte no telespectador o desejo de saber mais sobre determinada obra são outras missões desta nova série.

Para o primeiro episódio, uma bela homenagem à escritora Lygia Fagundes Telles, em Lygia por Lygia. Maria Adelaide Amaral, na época, havia encerrado a adaptação para o teatro do romance As Meninas quando foi convidada para escrever um texto em homenagem justamente à escritora Lygia Fagundes Telles. A Fundação Padre Anchieta em parceria com o Sesc SP, tiveram a idéia de realizar uma adaptação do texto de Maria Adelaide para a tv com os mesmos atores da peça, Luciano Chirolli, Eva Wilma e Regina Braga.

Eva e Regina entram em ação representando fases distintas da vida da escritora. Elas também dão voz à mãe de Lygia, Maria do Rosário. Já Chirolli lembra duas figuras masculinas na vida da escritora: Durval, o pai; e Alfredo Mesquita, fundador da Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo (USP) e diretor do grupo amador em que Lygia atuou. O programa mescla as interpretações dos atores com depoimentos exclusivos da paulistana, que é formada em educação física, é advogada, contista e romancista. Desde 24 de outubro de 1985 ocupa a cadeira número 16 da Academia Brasileira de Letras, sucedendo Pedro Calmon e é a terceira mulher a tomar posse nessa academia.

Engajada politicamente, a escritora sempre se posicionou diante das questões políticas e sociais, tema de numerosos artigos, ensaios e trabalhos acadêmicos. Lygia configurou-se como um grande sucesso de público e de crítica, com obras traduzidas para o alemão, espanhol, francês, inglês, italiano, polonês, sueco, tcheco e adaptadas no Brasil para o cinema, teatro e TV. O romance As Meninas (1973) foi o que arrebatou as principais premiações literárias no País. Entre elas, o Prêmio Coelho Neto, da Academia Brasileira de Letras; o Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro; e o de melhor ficção, da Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA).

Horário: 22h




Clique aqui para saber como sintonizar a programação da TV Brasil.

Criado em 12/04/2011 - 18:35 e atualizado em 12/04/2011 - 18:35

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí