Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Espaço Público recebe o deputado federal Jean Wyllys

“Eu não tenho dono, eu tenho causas", afirma o parlamentar

Espaço Público

No AR em 14/09/2015 - 02:00

Jean Wyllys conversa com os jornalistas Paulo Moreira Leite, Maria Carolina Marcello e Florestan Fernandes Jr. Crédito: Fabio Pozzebom/Agência BrasilDeputado federal Jean Wyllys no Espaço Público. Crédito: Fabio Pozzebom/Agência BrasilO deputado federal Jean Wyllys do PSOL/RJ é o entrevistado do programa Espaço Público do dia 08/09. Entre os assuntos tratados estão: corrupção, a cobertura da mídia sobre este assunto, o discurso de ódio que envolve a política do país, financiamento de campanhas políticas, a composição do Congresso, direito das minorias, entre outros.

O deputado criticou o conservadorismo e o pouco espaço dado aos movimentos sociais no Congresso Nacional. "Reduziu-se o número de deputados ligados a sindicatos e organizações da sociedade civil, o número de deputados autodeclarados negros e a bancada feminina reduziu bastante da última legislatura para esta. (..) Essa legislatura é bastante conservadora e ela vai impedir a aprovação de projetos de leis que estendam a cidadania a grupos que hoje não tem legislatura plena".

Sobre o discurso de ódio que ronda a esfera política, Jean Wyllys declarou. "Linchamento, defender que os negros são preguiçosos, defender que os homossexuais querem privilégios e que as pessoas devem morrer... Não dá para defender discurso de ódio”.

Para o deputado, a corrupção no Brasil é uma questão cultural, mas que esta visão pode ser desconstruída. “Ninguém nasce corrupto, as pessoas se corrompem. Então se as pessoas começarem a agir no cotidiano delas como pessoas honestas, elas vão ter muito mais moral para cobrar honestidade dos representantes. Aliás, acho que a própria honestidade delas vai se refletir no representante que ela escolhe".

E completa: "Se a gente concentra num só escândalo de corrupção e busca associar esse escândalo de corrupção a um partido e a um governo, quem perde somos nós como um país”. “Se é para passar o país a limpo, é para passar o país a limpo mesmo".

O Espaço Público é apresentado pelo jornalista Paulo Moreira Leite. Participam também da entrevista os jornalistas Florestan Fernandes Jr. e Maria Carolina Marcello, da agência Reuters.

 




Criado em 04/09/2015 - 20:01 e atualizado em 09/09/2015 - 14:02

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí