Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Quais países mais fazem pela proteção do clima?

Ranking mostra os países estão à altura do Acordo de Paris

Futurando

No AR em 09/05/2020 - 08:00

Aprovado por 195 países, o Acordo de Paris foi assinado em 2015. A meta é reduzir emissões de gases de efeito estufa e manter o aumento da temperatura média global em bem menos de 2°C acima dos níveis pré-industriais. Passados cinco anos do acordo, que países já estão trabalhando para cumprir a meta e quais estão bem longe disso? O Futurando mostra.

A maioria dos seres vivos sofre com os efeitos das mudanças climáticas e não é diferente com os recifes de corais. Considerados as florestas tropicais dos oceanos, mais da metade deles em todo o mundo está ameaçada, segundo recente relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas. Apesar da gravidade, ainda é possível reverter a situação, como você vê no programa desta semana.

E para ter mais dados concretos e, consequentemente, mais argumentos nas reuniões mundiais sobre mudanças climáticas, a África deu um importante passo. A primeira estação de monitoramento climático do continente foi instalada no Monte Mugogo, em Ruanda. Pela primeira vez, cientistas medem e avaliam os níveis de vários gases de efeito estufa em toda a África. Com as informações, eles querem ajudar os países africanos a se posicionar melhor e com mais embasamento nas negociações internacionais sobre o clima.

Além das mudanças climáticas, outras ações do homem também afetam diversos seres vivos: é o caso da poluição luminosa. Alguns organismos têm a vida mais ativa à noite, na escuridão, mas a permanente iluminação urbana tem afetado o ritmo de vida de alguns microrganismos. Um experimento na Alemanha mostra a reação de pulgas d´água quando submetidas à luz durante a noite. O objetivo dos pesquisadores é investigar se o chamado Skyglow pode afetar a cadeia alimentar.

Mas afinal, o que é a luz? Existe mais de uma resposta para essa pergunta, como você vai ver no próximo programa. Produto de fascínio e dúvida, inclusive entre cientistas, ela evoca os mistérios do mundo, do nível atômico ao cósmico. Pode estar e não estar ao mesmo tempo. Como isso é possível? Veja nesta edição do Futurando.

Criado em 23/01/2020 - 14:35

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí