Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Noam Chomsky analisa crise econômica e seus efeitos

Para linguista e filósofo norte-americano, as crises são projetadas

Incertezas Críticas

No AR em 23/04/2017 - 09:30

O linguista e ativista político norte-americano Noam Chomsky discorre, nesta entrevista ao Incertezas Críticas, sobre o funcionamento do capitalismo nos dias atuais.

O intelectual traça um painel minucioso do surgimento da crise econômica de 2008 e explica por que vai ser difícil se livrar dos efeitos que ela criou. "A crise financeira tem raízes nas mudanças substanciais na economia que ocorreram na década de 1970", explica Chomsky, que acrescenta que a concentração de riqueza ampliou ainda mais a concentração de poder político e o controle sobre a legislação num ciclo vicioso.

"O que aconteceu é que uma parcela da sociedade, uma fração mínima, de 10% a 1%, tornou-se incrivelmente rica. Para a maioria, porém, resta a estagnação ou até o declínio", avalia o professor. Chomsky considera que as crises são projetadas para se repetirem, sendo uma pior que a outra. "Mas crises apenas para a população em geral, não para os super ricos, que estão sempre muito bem", critica.

Chomsky condena as políticas de austeridade adotadas por diversos países para contornar os efeitos da crise. "Não resta muita dúvida que isso não deveria ocorrer. Em tempos de estagnação e recessão (essas políticas) serão prejudiciais. Até mesmo a imprensa de negócios aconselha a Europa a não seguir essa trilha suicida. Não são os governos que causam o problema", analisa o escritor, que também adverte dos perigos que o Brasil corre na nova ordem mundial.

Autor de diversas obras, Noam Chomsky é um dos mais importantes intelectuais do mundo. Ele é professor do Departamento de Linguística do Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos Estados Unidos.




 

Direção: Daniel Augusto
Produção: Grifa Filmes

Criado em 19/04/2017 - 12:37 e atualizado em 19/04/2017 - 12:40

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí