Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

CPI da Pandemia ouve o ex-secretário de saúde do Amazonas

Repórter Brasil Tarde

No AR em 15/06/2021 - 14:30

Em Brasília, a CPI da Pandemia ouve, hoje (15), o ex-secretário de saúde do Amazonas.

Marcellus campelo é questionado sobre o caos em hospitais do estado e a falta de oxigênio, em janeiro, durante a gestão dele e que levou à morte de várias pessoas.

O ex-secretário explicou que no dia 7 de janeiro a empresa white martins garantiu que a partir do dia 9 chegaria o primeiro carregamento de oxigênio medicinal de belém, e que a cada dois dias haveria novas remessas.

Marcellus Campelo disse que no mesmo dia 7 ligou para o então ministro da saúde, Eduardo Pazuello, e pediu apoio logístico para transportar os cilindros de belém para Manaus.

Que no dia 10 demonstrou preocupação ao ministro sobre o atraso nas entregas.

A partir do dia 11 de janeiro, segundo o ex-secretário, o Ministério da Saúde passou a tratar diretamente com a White Martins. Campelo afirmou, que a rede de sáude do estado registrou apenas dois dias de intermitência no fornecimento de oxigênio, o que foi questionado por senadores. O ex-secretário também rebateu a suspeita de desvio de verbas destinadas ao combate da covid-19. Ele pediu exoneração depois de ser preso pela polícia federal no começo deste mês. Vamos ouvir agora o trecho que resume o que o ex-secretário fala sobre as tratativas com o Ministério da Saúde sobre a falta de oxigênio no Amazonas.

Clique aqui para saber como sintonizar a programação da TV Brasil.

Criado em 15/06/2021 - 15:50

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí