Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Anvisa encerra processo para uso emergencial da vacina da Cansino

Repórter Nacional

No AR em 29/06/2021 - 07:30

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) encerrou ontem o processo que trata do pedido para uso emergencial da Convidecia, produzida pela chinesa Cansino.

Foi uma decisão unânime.

O argumento é que houve perda de legitimidade da Belcher Farmacêutica, então representante da Cansino no Brasil, e do Instituto Vital Brasil, que aparecia como interessado no processo.

A Cansino, no dia 17, informou à Anvisa, que essas duas empresas não eram mais representantes dela aqui, com isso, o mérito do pedido para uso emergencial nem chegou a ser analisado.

Em outra decisão, a Anvisa fez um alerta às secretarias estaduais de saúde sobre a possibilidade de adulterações de frascos da Coronavac.

Desde maio, a agência investiga um possível caso de falsificação no Maranhão.

Um frasco vazio foi reaproveitado com líquido desconhecido.

Até um lacre foi adulterado.

Veja também: Pfizer entrega hoje mais de 500 mil doses de vacina contra covid-19 ao Brasil;

Governo finaliza programa de incentivo de redução de consumo elétrico;

Saiba mais sobre as investigações da polícia após captura e morte de Lázaro Barbosa.

Clique aqui para saber como sintonizar a programação da TV Brasil.

Criado em 29/06/2021 - 07:30

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí