Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Coronavírus: confinamento aumenta casos de violência contra a mulher

Vítima deve chamar a polícia, medidas obrigam agressor a deixar o lar

Sem Censura

No AR em 01/04/2020 - 14:00

O Sem Censura Especial Coronavírus segue acompanhando as últimas informações sobre a pandemia da Covid-19 e traz ao vivo as informações mais importantes do dia, de Brasília, do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Neste programa, vamos tratar de um dos efeitos sociais da quarentena, o agravamento da violência doméstica. O acirramento das tensões dentro de casa pode resultar em feminicídios, que é a morte de mulheres. As meninas também estão dentro de um cenário muito arriscado de violência sexual, assim como as mulheres idosas, que são agredidas pelos filhos adultos.

 Mulheres fazem caminhada em solidariedade às manifestações feministas na América Latina, que tem países com alta taxa de feminicídio, segundo a ONU
Mulheres fazem caminhada em solidariedade às manifestações feministas na América Latina, que tem países com alta taxa de feminicídio, segundo a ONU - Fernando Frazão/Agência Brasil

Conversamos ao vivo, por Skype, com a major Claudia Moraes, da Polícia Militar do Rio de Janeiro e coordenadora do programa Patrulha Maria da Penha. Ela explica o que pode ser feito para salvar vidas e orienta mulheres a buscar ajuda. O número de telefone da Polícia Militar é o 190.

Desde que a quarentena começou, países observam escalada de casos de agressões a mulheres dentro de casa.

Mulheres marcham pelo fim da violência em Brasília por ocasião do Dia Internacional da Mulher
Mulheres marcham pelo fim da violência em Brasília por ocasião do Dia Internacional da Mulher - Valter Campanato/Agência Brasil - Arquivo

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, registrou, no Brasil, aumento foi de quase 9% nas ligações para o Disque 180, serviço de denúncia e de apoio às vítimas.

Na China, o número de casos triplicou e, na França, o governo decidiu pagar quartos para as vítimas, além de abrir centros de aconselhamento. Como o Brasil vai lidar com o problema?

Ainda neste Sem Censura, nosso apresentador Bruno Barros entrevista a antropóloga, Miriam Goldemberg, sobre a melhor forma de tratar os idosos nesse momento singular de isolamento.

No programa, nossas repórteres do Rio de Janeiro, de São Paulo e de Brasília trazem as notícias mais importantes do dia ao vivo.

 

Criado em 01/04/2020 - 12:20

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí