Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Saiba como ocorre a síndrome de burnout no teletrabalho

Entenda as diferenças entre os sintomas da síndrome e os da depressão

Sem Censura

No AR em 31/07/2020 - 14:00

O Sem Censura encerra a semana falando de um assunto sério: a Síndrome de Burnout. Trata-se de uma forma de estresse crônica decorrente de situações relacionadas ao trabalho. O apresentador Dylan Araújo conversa com o psicólogo Vinicius Dias sobre o tema.

Já para comentar as transformações do mundo de trabalho, vamos conversar também com o economista Gabriel Pinto.

De acordo com pesquisa da International Stress Management Association (Isma) no Brasil, 72% dos trabalhadores brasileiros já desenvolveram alguma sequela ocasionada pelo estresse. Desses, 32% sofrem de Burnout. E 92% das pessoas com a síndrome continuam trabalhando.

O psicólogo Vinicius Dias analisa como o Burnout ocorre no isolamento social, iniciado em março, e que levou a maioria dos profissionais a trabalhar remotamente, em teletrabalho. O especialista esclarece como impacta a saúde mental das pessoas e explica as diferenças entre os sintomas deste e os da depressão.

O economista Gabriel Pinto bate um papo sobre o futuro do trabalho. Com o recém-lançado livro Passaporte do Futuro (Ed. Cândido), Gabriel prepara os profissionais para a atual metamorfose do mercado profissional.

Especialista em inovação e criatividade, o economista analisa as habilidades necessárias para o mercado do século 21 e propõe um teste para o profissional verificar se sua profissão pode ou não ser substituída pela inteligência artificial, futuramente.

Confira ainda informações atualizadas da covid-19 com jornalistas do Rio de Janeiro, de Brasília e de São Paulo.

Participe do programa usando #semcensura no Twitter. A sua mensagem pode ser lida ao vivo.

estresse.jpg
- sueli.freitas


 

 

Criado em 31/07/2020 - 11:05

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí