Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

TV Brasil homenageia ator Luis Gustavo com filme "Casinha Pequenina" nesta terça (21/9)

Artista atuou na bem-sucedida comédia de Amácio Mazzaropi

Em tributo ao ator Luis Gustavo, que faleceu neste domingo (19/9), aos 87 anos, vítima de complicações de um câncer, a TV Brasil apresenta o clássico "Casinha Pequenina" (1963) nesta terça (21/9), às 22h30, na faixa Cine Retro. Na trama, o artista representa o personagem Bento.

Em sua trajetória, ele interpretou papéis memoráveis na dramaturgia que são referência na história da televisão brasileira. Entre os principais está o protagonista Beto Rockfeller na novela homônima de 1968, produção da TV Tupi que revolucionou a linguagem televisiva.

Luis Gustavo ainda é lembrado por tipos cômicos. Ele fez o atrapalhado detetive Mario Fofoca, na trama de "Elas por Elas" (1982); o divertido estilista Victor Valentin, na primeira versão de "Ti Ti Ti" (1985); e o inescrupuloso radialista Juca Pirama, em "O Salvador da Pátria" (1989).

Outro personagem muito querido pelo público e presente na memória afetiva dos fãs é o tio Vavá, do humorístico "Sai de Baixo" (1996 a 2002). Criador do sitcom ao lado do diretor Daniel Filho, Luis Gustavo fez rir com o patriarca da família e síndico do fictício condomínio no Largo do Arouche, em São Paulo.

Natural de Gotemburgo, na Suécia, Luis Gustavo era filho de um diplomata espanhol e veio para o Brasil ainda na infância. Cunhado do autor de novelas Cassiano Gabus Mendes, pioneiro da televisão brasileira, o homenageado da emissora pública iniciou a carreira na extinta TV Tupi.

Com carisma e personalidade, o premiado artista atuou em mais de 50 produções nas telinhas, fez filmes e também peças de teatro. Ele era tio dos também atores Tato Gabus Mendes e Cássio Gabus Mendes. Luis Gustavo tratava um câncer desde 2018 e faleceu em Atibaia, cidade paulista onde residia há anos.

Início da trajetória nas telonas

Considerado a obra-prima do humorista Amácio Mazzaropi, a comédia "Casinha Pequenina" tem o término da escravidão como pano de fundo e mostra a luta contra os interesses dos senhores de engenho. O longa é um dos maiores sucessos da filmografia do ator e diretor ao lado de "Jeca Tatu" (1959). Ambos contabilizam mais de oito milhões de pagantes cada.

Em seu início de carreira, no seu segundo filme após uma ponta em "O Sobrado" (1956), o ator Luis Gustavo interpreta o personagem Bento, amigo do protagonista Nestor, papel do então estreante nas telonas, Tarcísio Meira. O galã viveu o filho do casal Chico e Fifica, respectivamente, Amácio Mazzaropi e Geny Prado. Eles trabalham para o fazendeiro Coronel Pedro (Roberto Duval).

O rico produtor rural escravista envolve seu humilde empregado em uma tramoia. O colono de bom coração e sua família são envolvidos em uma farsa para o patrão se livrar de duas mulheres que o chantageiam por causa de um assassinato do passado. Apesar do plano, o filho do colono se encanta por uma das mulheres e não acredita nas acusações que seu amigo tenta esclarecer.

Trama da comédia "Casinha Pequenina"

Na época do Brasil colonial, o rico fazendeiro escravista Coronel Pedro (Roberto Duval) leva uma vida repleta de crimes e assassinatos. Apesar disso, sua mulher e filhos não conhecem sua extensa ficha criminal.

Os problemas do proprietário de terras começam ao ser chantageado por Carlota (Marly Marley), mulher que testemunhou os capangas dele matarem outro homem. Ela ameaça contar tudo para a polícia caso o homem não providencie um bom casamento para a filha dela, Inês.

Para se livrar da testemunha, o fazendeiro envolve um casal de colonos, Chico (Amácio Mazzaropi) e Fifica (Geny Prado) num plano. Coronel Pedro apresenta o filho deles, Nestor (Tarcísio Meira), como um ricaço da região para Inês. O rapaz acaba se apaixonando pela moça.

Mesmo assim, os pais do jovem desconfiam bastante da nova namorada dele. É nesse ínterim que se estabelece um grande clima de conflito na família. O amigo Bento (Luís Gustavo), que trabalha com Nestor na fazenda, descobre o segredo.

Namorado de Ivone (Ingrid Tobias), Bento quer contar para Nestor sobre o golpe de Inês, a falsa sobrinha do Coronel Pedro. Ele tenta convencer o amigo a não se casar e busca a todo o curso abrir os olhos de Nestor para toda a farsa.

Ficha técnica

País: Brasil. Ano: 1963. Gênero: comédia. Direção: Glauco Mirko Laurelli. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Roberto Duval, Tarcísio Meira, Edgard Franco, Astrogildo Filho, Guy Loup, Luis Gustavo, Marly Marley, Marina Freire, Ingrid Tobias. Duração: 95 min. Classificação Livre.

Serviço:

Cine Retrô – "Casinha Pequenina" – terça-feira, dia 21/9, às 22h30

Cine Retrô – "Casinha Pequenina" – terça-, dia 21/9, para quarta-feira, dia 22/9, às 3h45

Clique aqui para saber como sintonizar a programação da TV Brasil.

Criado em 21/09/2021 - 10:45 e atualizado em 21/09/2021 - 10:45

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí