Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

TV Brasil resgata filmes históricos com Dercy Gonçalves

Emissora leva ao ar cinco produções com a diva na faixa Cine Verão

TV Brasil apresenta o Especial Dercy Gonçalves com cinco longas-metragens de comédia estreladas pela saudosa atriz, humorista e cantora a partir desta segunda (16), na faixa Cine Verão, de segunda a sexta, às 23h30, em sua programação especial.

A emissora pública exibe, em ordem cronológica, grandes produções da sétima arte realizadas nos anos 1950 e 1960 com a irreverente Dercy Gonçalves. O filme que marca a estreia da sessão com obras protagonizadas pela diva é "A Baronesa Transviada" (1957).

Após o título de estreia da faixa, a TV Brasil mostra, na sequência, "Uma Certa Lucrécia" (1957), na terça (17); "Cala a Boca, Etelvina" (1958), na quarta (18); "Dona Violante Miranda" (1960) na quinta (19); e "Sonhando com Milhões" (1963), na sexta (20).

Com mais de 80 anos de carreira, Dercy Gonçalves fez história no teatro, cinema e televisão. A atriz faleceu em 2008 aos 101 anos. A seleção de obras em cartaz na programação de verão da TV Brasil destaca todo o talento da artista para o humor com sua verve cômica exaltada.

Com uma longa trajetória nos palcos como atriz, autora e até diretora teatral, Dercy brilhou na telinha em produções de humor, programas de auditório e novelas. Já nas telonas, a artista se destacou principalmente nas chanchadas.

Além da inesquecível Dercy, as obras que a emissora pública exibe na faixa Cine Verão reúnem diversas personalidades da dramaturgia nacional como Grande Otelo, Odete Lara, Mauro Mendonça, Zezé Macedo e Paulo Goulart. Várias dessas produções incluem, ainda, números musicais emocionantes.

Confira a programação completa dos filmes de Dercy Gonçalves no Cine Verão da TV Brasil

"A Baronesa Transviada" (1957)
Data: 16/12 (segunda), às 23h30

"Uma Certa Lucrécia" (1957)
Data: 17/12 (terça), às 23h30

"Cala a Boca, Etelvina" (1958)
Data: 18/12 (quarta), às 23h30

"Dona Violante Miranda" (1960)
Data: 19/12 (quinta), às 23h30

"Sonhando com Milhões" (1963)
Data: 20/12 (sexta), às 23h30

Sinopses dos filmes de Dercy Gonçalves no Cine Verão da TV Brasil

Segunda-feira, 16 de dezembro

Cine Verão – "A Baronesa Transviada"
23h30, na TV Brasil
Ano: 1957. Gênero: comédia. Preto e branco. Direção: Watson Macedo. Roteiro: Chico Anysio e Watson Macedo. Elenco: Dercy Gonçalves, Humberto Catalano, Grande Otelo, Edayr Badaró, Zaquia Jorge, Otello Zeloni, Bill Farr, Aida Campos, Rosa Sandrini, Francisco Dantas, Lourdes Bergman, Domingo Terra, Armando Nascimento, Apolo Correia, Renato Consorte.

Gonçalina (Dercy Gonçalves) é uma pobre manicure que descobre pelos jornais que pode ser a filha desaparecida de uma rica baronesa. Ela vai ao castelo da sua possível mãe e é reconhecida como filha da milhonária. Quando a baronesa morre, Gonçalinha torna-se sua única herdeira e investe parte da fortuna em seu grande sonho: a produção de um filme. Essa situação não agrada os demais integrantes da família, que planejam um golpe.

Inédito. 100 min.
Classificação Indicativa: 10 anos
Horário: 23h30

Terça-feira, 17 de dezembro

Cine Verão – "Uma Certa Lucrécia"
23h30, na TV Brasil
Ano: 1957. Gênero: comédia. Preto e branco. Direção: Fernando de Barros. Roteiro: José Canizares e Fernando de Barros. Elenco: Dercy Gonçalves, Odete Lara, Aurélio Teixeira, José Pariri, Luciano Gregory, Ana Maria Nabuco, Eugenia Kusnet, Walter Stuart, Labiby Mady, Maurício Nabuco, Mauro Mendonça. 

Lucrécia (Dercy Gonçalves) é costureira de fantasias de carnaval e adora histórias que misturam romance e aventura. Ao se divertir com uma fantasia de gôndola, ela sonha que é Lucrécia Bórgia, em meio à disputa entre seu pai, irmão e marido pelo trono de Veneza. A trama do filme "Uma Certa Lucrécia" faz uma sátira sobre a história de Lucrécia Bórgia. Com cenários e figurinos marcantes, a produção tem números musicais e duelos de espada que se intercalam à narrativa.

Reconhecido com os prêmios de Melhor Fotografia e Melhor Cenário no Prêmio Saci e no Prêmio Associação Brasileira de Cronistas Cinematográficos, o longa também conquistou as categorias Melhor Cenografia e Melhor Edição no Prêmio Governador do Estado de São Paulo, todos em 1957.

Inédito. 75 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 23h30

Quarta-feira, 18 de dezembro

Cine Verão – "Cala a Boca, Etelvina"
23h30, na TV Brasil
Ano: 1958. Gênero: comédia. Preto e branco. Direção: Eurides Ramos. Roteiro: Victor Lima e Eurides Ramos. Elenco: Dercy Gonçalves, Paulo Goulart, Humberto Catalano, Mara di Carlo, Otello Zeloni, Manoel Vieira, Sara Nobre, Zezé Macedo, Grace Moema, Wilson Grey.

Etelvina (Dercy Gonçalves) é uma empregada doméstica faladeira que costuma receber os cobradores na porta do apartamento de seus patrões endividados, Adelino (Paulo Goulart) e Zulmira (Mara di Carlo). Sentindo-se humilhada com a condição financeira da família, Zulmira sai de casa apoiada pela mãe, Dona Emília (Sara Nobre). A patroa acaba deixando alguns vestidos para Etelvina. Adelino chega em casa e o sogro Libório (Humberto Catalano) conta o que aconteceu enquanto Etelvina usa um vestido de Zulmira. Nesse momento chega Macário (Manoel Vieira), tio rico  e fazendeiro. O milionário preza a unidade familiar e é a única esperança de melhoria das conjunta financeira do casal. Macário confunde Etelvina com Zulmira, mulher de seu sobrinho, Adelino. Libório convence Adelino e Etelvina a manterem a farsa achando que se Macário souber da separação do casal, não vai querer mais Adelino como herdeiro. A situação se complica quando Zulmira quer voltar. A trama ainda é repleta de confusões que Etelvina cria no papel de "patroa". A empregada arranja problemas, envolvendo-se com amigos indevidos e brigando a tapas com a cozinheira. O caos se agrava quando Macário avisa que vai ficar como hóspede um tempo bem maior do que o esperado inicialmente. Com roteiro baseado na peça teatral de Armando Gonzaga, o longa "Cala a Boca, Etelvina" tem diversos números musicais. Helio Barroso dirigiu as cenas musicais enquanto que Eurides Ramos dirigiu o restante do filme.

Inédito. 87 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 23h30

Quinta-feira, 19 de dezembro

Cine Verão – "Dona Violante Miranda"
23h30, na TV Brasil
Ano: 1960. Gênero: comédia. Preto e branco. Direção: Fernando de Barros. Roteiro: José Canizares e Fernando de Barros. Elenco: Dercy Gonçalves, Odete Lara, Fernando Baleroni, Elísio de Albuquerque, Célia Coutinho, Mauro Mendonça, Marina Freire, Eleonor Bruno.

Dona Violante Miranda (Dercy Gonçalves) é cafetina e dona de um bordel em São Paulo no anos 1930. Uma de suas meninas, a prostituta Rosita (Célia Coutinho) engravida e morre na hora do parto, deixando uma filha recém-nascida. Violante resolve cuidar da menina como se fosse sua neta. A pequena órfã se torna uma dama da sociedade em função da educação recebida. Ela se apaixona pelo neto de um coronel, mas sua origem pode prejudicar o matrimônio quando seu passado é revelado. Com roteiro adaptado da peça homônima de Abílio Pereira de Almeida, o filme "Dona Violante Miranda" foi dirigido por Fernando de Barros. 

Inédito. 75 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 23h30

Sexta-feira, 20 de dezembro
Cine Verão – "Sonhando com Milhões"
23h30, na TV Brasil
Ano: 1963. Gênero: comédia. Preto e branco. Direção: Eurides Ramos. Roteiro: Eurides Ramos. Elenco: Dercy Gonçalves, Odete Lara, Oswaldo Loureiro, Herval Rossano, Myriam Persia, Átila Iório, Moacyr Deriquém, Milton Carneiro.

Agripina (Dercy Gonçalves) é empregada doméstica de um casal de funcionários públicos que estão em dificuldades financeiras, o pacato e honesto Guimarães (Oswaldo Loureiro) e a ambiciosa Floripes (Odete Lara). Eles vivem as agruras financeiras do cotidiano. A esposa, inconformada, começa a fazer loucuras para satisfazer suas vaidades e ambições pessoais. O bom marido, afirmando sua honestidade, procurará obter os milhões necessários. Aprontando confusões, Agripina busca resolver a difícil situação do casal. Agripina briga com a patroa Floripes e vai trabalhar na casa de Gervásio, um rico usineiro. Guimarães descobre sonegação por parte do empresário e de outros usineiros que tentam lhe oferecer suborno através de Agripina quando descobrem que a mulher o conhece. Com roteiro adaptado da peça teatral "Em moeda corrente do país", de Abílio Pereira de Almeida, o filme "Sonhando com Milhões" foi dirigido por Eurides Ramos. 

Inédito. 82 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 23h30

Da Gerência de Comunicação Institucional
Empresa Brasil de Comunicação - EBC
Contato: (21) 2117-6471 / (21) 2117-623

Criado em 16/12/2019 - 12:00 e atualizado em 16/12/2019 - 12:00

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí