Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Palácio Rio Negro

Espaço abriga museu dedicado à memória da República

Conhecendo Museus

No AR em 02/05/2015 - 18:30

A beleza do Palácio Rio Negro, em PetrópolisO Conhecendo Museus desta semana sobe a serra fluminense e posiciona suas câmeras na cidade de Petrópolis, que abriga hoje um dos monumentos mais bonitos do Brasil: o Palácio Rio Negro, um museu dedicado à memória da República em terras imperiais.

Construído em 1889 para ser a residência do Barão do Rio Negro, rico comerciante de café, foi incorporado pelo governo Federal em 1903.A partir da gestão de Rodrigues Alves, o edifício passou a ser a residência oficial de verão dos presidentes da República em Petrópolis. Desde então, recebeu 16 deles, entre os quais Rodrigues Alves, Afonso Pena, Nilo Peçanha, Hermes da Fonseca, Wenceslau Brás, Epitácio Pessoa, Artur Bernardes, Washington Luiz, Getúlio Vargas, Gaspar Dutra, Café Filho, Juscelino Kubitschek, João Goulart, Costa e Silva e Luís Inácio Lula da Silva, em setembro de 2008.

O Palácio Rio Negro, vinculado ao Museu da República/Ibram, integra o Percurso da Memória da cidade de Petrópolis. No andar térreo, o trabalho de restauração revelou a decoração original do piso de madeira: os pés de café, símbolo da riqueza do Barão do Rio Negro. Em exposição, mobiliário e objetos selecionados a partir do acervo sob a guarda do Museu da República; os quadros de todos os presidentes republicanos em ordem cronológica, de Washington Luís até Lula.

Durante várias décadas, os vestígios dessa memória resumiram-se aos relatos sobre curiosidades da passagem de alguns dos presidentes pela cidade. Hoje, constituem-se em fonte documentária e objeto de pesquisa sobre a presença republicana na cidade.




Criado em 22/04/2015 - 15:02 e atualizado em 22/04/2015 - 15:14

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí