Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Expedição Sul 19: A descoberta

As diferenças culturais entre portugueses e índios e o início da

Oncotô?

No AR em 02/02/2013 - 22:30

Jorge MautnerO episódio de Oncotô?  aborda os primórdios de nossa miscigenação: os primeiros caboclos, o início do embate cultural entre portugueses e Índios, que retratava não só uma mistura de raças, mas também uma mistura de costumes. O que os índios puderam absorver da cultura portuguesa e vice-versa? Que descendentes desta primeira mistura ainda podemos encontrar nas tribos? 

Para aprofundar esses tópicos, Jorge Mautner viaja até o sul do país, em busca de informações. O programa vai ao encontro do músico Rodrigo Augusto que canta a música Caravelas, de sua autoria. A letra descreve as navegações portuguesas na época da descoberta do Brasil. Octavio Camargo, amigo de Rodrigo, recita trecho do poema Lusíadas e o poema Ulisses, de Fernando Pessoa .

O economista Carlos Lessa fala da relação dos portugueses com as índias, depois de atravessarem o Atlântico. Sujos, com fome, os portugueses chegam ao Brasil e encontram índigenas limpas, ficam entusiasmados. Carlos Lessa diz que eles ganhavam as índias por pequenas bugigangas. 

Aborda  também a relação entre a cultura com tecnologia e a cultura sem tecnologia. De acordo com Lessa, os índios não tinham animais domésticos. Essa costume foi trazido pelos portugueses, que começaram a modificar o modo de viver dos nativos.

 

 

 




Clique aqui para saber como sintonizar a programação da TV Brasil.

Criado em 21/01/2013 - 17:39 e atualizado em 22/01/2013 - 14:30

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí