Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Candomblé – trajetória e tradições

Em Belo Horizonte, Baba Sidney, do terreiro Ilé Wopo Olojukan, comenta

Retratos de Fé

No AR em 26/02/2016 - 22:30

Babalorixá Sidney Ti Oxossi, Belo Horizonte. Foto: Luisina López Ferrari.
Em Salvador, Mãe Ângela, do terreiro do Gantois, ou terreiro Ilê Iyá Omin Axé Iyá Massê, fundado em 1849, e pertencente à nação Gêge-Nagô, destaca a trajetória do Candomblé e explica costumes e tradições da religião secular.

Em Olinda (PE), Pablo, um Oxaguian de 17 anos, descreve seu dia-a-dia no candomblé, apresenta o terreiro Ilê Axé Oxum Karêe – pertencente à nação Nagô – e faz uma apresentação de afoxé.

Em Porto Alegre, Deisiane Ferreira, iyawo no terreiro de Pai Iguassu de Obaluaye conta o que mudou na sua vida depois que fez santo em uma comunidade de terreiro.

 




Direção: Alfredo Alves
Produção: Breno Nogueira
Roteiro: Denise Flores, Rafael Diniz, Luisina Lopez Ferrari

 

Criado em 31/03/2015 - 21:11 e atualizado em 10/04/2015 - 10:59

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí