Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Atletas com nanismo explicam benefícios do esporte

Saiba como a prática de atividade física pode transformar vidas

A edição inédita do Programa Especial entrevista atletas que têm nanismo neste sábado (19), às 12h30, na TV Brasil. Os convidados da produção destacam os benefícios da prática esportiva para a qualidade de vida.

A repórter Fernanda Honorato conversa com o atleta de parabadminton Márcio Dellafina. Já os halterofilistas Mariana D’Andrea e Bruno Carra falam sobre suas carreiras e rotina de treino enquanto Adriel Souza conta como ingressou na natação. O conteúdo está disponível no aplicativo EBC Play.

O paratleta Márcio lembra do seu começou no parabadminton e comenta as conquistas obtidas até agora. Ele também explica como é o esporte, destaca o apoio da família e os benefícios que a atividade proporciona.

"Através do esporte, a gente pode notar que é capaz de muitas coisas. O esporte dá essa abertura pelo fato de você querer, mesmo tendo uma limitação. Você é capaz de poder fazer esse esporte, de mostrar para as pessoas que você pode ir longe", afirma.

A equipe da atração também conhece os halterofilistas Bruno Carra e Mariana D’Andrea. Além de relatarem a rotina de treinos, eles contam a relação que têm com o esporte e como essa prática mudou suas vidas.

"O maior benefício que o halterofilismo trouxe para mim foi a qualidade de vida. Desde que comecei a fazer esporte, não sinto mais nenhuma das dores que eu sempre sentia. Tenho resistência e condicionamento físico muito melhores", explica Bruno.

Ele também fala sobre a integração que a atividade esportiva proporciona. "Uma outra parte que é muito fantástica, assim, do esporte, é a social. Você consegue viajar para vários países, conhecer lugares que você não conheceria", completa.

O Programa Especial ainda acompanha um treino do nadador Adriel Souza que nada no Vasco da Gama, no Rio de Janeiro. Ele pratica natação profissional há uma década e revela de que forma a natação influenciou no seu desenvolvimento.

"Com a natação, eu tive bastante desenvolvimento na minha altura. Eu não iria chegar a 1,20m ou 1,30m que eu tenho hoje. Foi bastante gratificante ter a natação ao meu lado, desenvolver cada movimento do meu corpo", recorda.

Sobre o Programa Especial

No ar há 15 anos, o Programa Especial é dedicado à inclusão de pessoas com deficiência. Apresentada pela publicitária cadeirante Juliana Oliveira, a produção traz matérias realizadas por Fernanda Honorato, a primeira repórter com Síndrome de Down do país.

Em sua décima quarta temporada, o Programa Especial está no ar pela TV Brasil todo sábado, às 12h30. Com 13 edições semanais de 26 minutos, a atração aborda assuntos como independência, microcefalia e esportes, entre outras questões que envolvem o dia a dia das pessoas com deficiência.

A produção também pode ser conferida no aplicativo EBC Play, disponível nas versões Android, iOS e no site http://play.ebc.com.br. O site da TV Brasil traz todas as edições no endereço http://tvbrasil.ebc.com.br/programaespecial.

Com a proposta de abordar as deficiências com naturalidade e revelar o horizonte de atividades que essas pessoas desempenham em sua rotina, a atração leva ao público informação com entretenimento.

Pioneiro, o Programa Especial demonstra na prática a capacidade das pessoas com deficiência. A proposta é explicar como elas podem ser atuantes na sociedade. A produção é voltada para todo cidadão que acredita ser possível, e necessário, incentivar esse respeito às diferenças.

Na telinha da emissora pública desde março de 2004, o Programa Especial aborda assuntos como mercado de trabalho, lazer, novos tratamentos, esporte, saúde, entre outros temas que são tratados de forma inclusiva com linguagem descontraída.

A equipe do Programa Especial acredita que a informação é a melhor forma de se combater o preconceito. Toda vez que mostra casos bem-sucedidos da participação de pessoas com deficiência na sociedade, um número maior de espectadores percebe que é plenamente possível vivermos em um mundo inclusivo.

Acessibilidade para todos os públicos

Para ser 100% acessível ao telespectador, o Programa Especial conta com recursos como janela de LIBRAS, a Língua Brasileira de Sinais; legenda em português e audiodescrição.

A janela de LIBRAS atende às pessoas com deficiência auditiva que não leem português. Já quem tem deficiência auditiva, mas não fala LIBRAS pode acompanhar pelas legendas em português.

Na audiodescrição, as imagens que aparecem na telinha da emissora pública são descritas por um locutor para que as pessoas com deficiência visual saibam o que está sendo mostrado.

Serviço
Programa Especial – sábado, dia 19/10, às 12h30, na TV Brasil
Programa Especial – aplicativo EBC Play, disponível para Android, iOS e no site http://play.ebc.com.br

 Da Gerência de Comunicação Institucional
Empresa Brasil de Comunicação - EBC
Contato: (21) 2117-6471 / (21) 2117-6239 

Criado em 18/10/2019 - 12:45 e atualizado em 18/10/2019 - 12:45

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí