Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Bossacucanova toca versões de sucessos da MPB

Grupo mostra nova roupagem de clássicos em performance exclusiva

O programa Todas as Bossas apresenta um show inédito do grupo Bossacucanova nesta sexta (15), às 22h30, na TV Brasil. Com a participação especial de Cris Delanno, a banda traz versões de hits que marcaram a história da MPB em um espetáculo exclusivo.

A performance, que combina samba, maracatu, rock, funk e soul, transforma o palco do Espaço Cultural BNDES em um caldeirão de ritmos bem brasileiros. O conjunto mostra seu talento ao executar, com novos arranjos, obras imortalizadas por ícones como Dorival CaymmiTom Jobim e Chico Buarque. O show está disponível no aplicativo EBC Play.

No repertório, o grupo resgata sucessos da música nacional como "Samba da minha terra" (Dorival Caymmi), "Águas de março" e "Wave" (Tom Jobim), "Essa moça tá diferente" (Chico Buarque), "Água de beber" (Tom Jobim e Vinicius de Moraes), "Garota de Ipanema" (Tom Jobim e Vinicius de Moraes) e "Tarde em Itapoã" (Toquinho e Vinicius de Moraes) entre outros.

Conhecido por revisitar clássicos da cena musical brasileira com extrema competência, o Bossacucanova é um trio formado em 1997 pelo DJ Marcelinho da Lua, o baixista Márcio Menescal e o tecladista Alexandre Moreira.

Nos intervalos de trabalho no estúdio de Roberto Menescal, os três jovens passavam o tempo "envenenando" a bossa nova e os afro-sambas. Assim surgiu o conjunto carioca que mescla ritmos em uma miscelânia bem-sucedida com roupagem moderna a procura de inovação.

Há mais de 20 anos na estrada com a banda neste formato, eles procuram estabelecer-se não só como produtores, mas também como autores e músicos. A proposta do Bossacucanova é acrescentar um toque contemporâneo à tradicional sonoridade do samba e da bossa nova.

Em cerca de uma hora, o Bossacucanova agita o público ao revisitar sucessos da MPB. No palco, a trupe reúne Marcio Menescal (baixo), Marcelinho da Lua (toca-disco e efeitos), Alex Moreira (teclado), Flavio Mendes (guitarra), Alexandre Caldi (sax e flauta), Dado Brother (percussão) e Cris Delanno (voz e flauta).

Sobre a atração musical

Apresentado em sua terceira temporada pela jornalista e cantora Bia Aparecida, o programa Todas as Bossas é uma janela para diversos estilos musicais na TV Brasil. A cada nova edição, o estúdio da emissora torna-se palco de um show que contempla a variedade de cantos, ritmos e sotaques do repertório nacional.

A proposta da faixa é exatamente apresentar um panorama sobre a diversidade de gêneros que formam a cena da música brasileiro: da MPB ao axé, do samba ao rock, do romântico ao experimental. O Todas as Bossas resgata a tradição dos grandes espetáculos realizados no estúdio 3 da emissora pública desde os tempos da TVE do Rio de Janeiro.

Atualmente, o programa vai ao ar pela TV Brasil às sextas, às 22h30. A produção também ganha horário alternativo nas madrugadas de domingo para segunda-feira, à 1h30. Os shows do Todas as Bossas estão na íntegra no site http://tvbrasil.ebc.com.br/todasasbossas. As apresentações podem ser acompanhadas no aplicativo EBC Play, disponível nas versões Android e iOS, e no site http://play.ebc.com.br.

Serviço
Todas as Bossas – sexta-feira, dia 15/11, às 22h30, na TV Brasil
Todas as Bossas – domingo, dia 17/11, para segunda-feira, dia 18/11, à 1h30, na TV Brasil
Todas as Bossas – aplicativo EBC Play, disponível para Android, iOS e no site http://play.ebc.com.br

Da Gerência de Comunicação Institucional
Empresa Brasil de Comunicação - EBC
Contato: (21) 2117-6471 / (21) 2117-6239

Criado em 13/11/2019 - 16:30 e atualizado em 13/11/2019 - 16:30

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí