Digite sua busca e aperte enter

Fábulas Tortas

Exibição segunda a sexta, 9h e 14h15

Últimas


Publicado em: 26/04/2019

Conheça os dubladores do Fábulas Tortas

Velha Zelda viaja para o mundo das fadas

No ar em: 17/04/2019

Saída Geral

A velha Zelda ajuda o menino aprender a ler

No ar em: 16/04/2019

A estrela de João

Sombras cabeçudas tiram o sossego dos moradores do edificio

No ar em: 16/04/2019

Torpedos e Sombras

Os pesadelos tiram o sono das crianças do edifício Fábulas

No ar em: 15/04/2019

Reunião Mágica

Moradores do edifício Fábulas se divertem com o  Casamento de Bibi e Fon Fon

No ar em: 15/04/2019

O casamento de Bibi e Fonfon

Fonfon não dá sossego para os moradores do edifício Fábulas

No ar em: 15/04/2019

Tormento de menino

Fábulas Tortas é uma série infantil dirigida por Dilea Frate

No ar em: 15/04/2019

Saltando para o Nada

Muita confusão acontece com a chegada da nova moradora do edíficio Fábulas

No ar em: 12/04/2019

Abre-fecha e incendeia

Fábulas Tortas explora o imaginário infantil

No ar em: 12/04/2019

Língua louca

A personagem Lia quer a companhia de um cachorrinho

No ar em: 11/04/2019

Um cachorro para Lia

Conheça a magia do desenho Fábulas Tortas

No ar em: 11/04/2019

Bruxas e sonhos

Sobre o programa

A bruxa-fada Zelda ajuda as crianças do prédio na série "Fábulas Tortas"
A bruxa-fada Zelda ajuda as crianças do prédio na série "Fábulas Tortas" - Divulgação/Piaventura

Fábulas Tortas é uma série de animação em 13 episódios, que mostra uma turma dividindo o gosto pelos livros, pelo mistério, e pela aventura ilimitada.

Com personagens e situações baseadas nos livros da diretora e roteirista da série, Dilea Frate, a trama tem o protagonismo coletivo das crianças: Bob Bafo, Luiza e Lucinha, Maria do Céu, Toninho, Paulinho, Zé Pardal, Tiago, Larissa, Lelê, a adolescente Nora, os bebês gêmeos, Lia e sua cadelinha Bibi, o cachorro hiperativo Fon-Fon, o gato Cocô e o porco Tomé. Sempre vigiados de longe pelo psicanalista-síndico Dr. Fóbico, elas vão revelando aos poucos sentimentos estranhos às vezes não identificados por elas, como culpa, medo, raiva, inveja. E também experimentam os desafios da convivência.

O mistério se faz presente através da bruxa-fada Zelda, uma personagem que sai de um livro mágico. A magia começa com ela, que, de dentro do seu apartamento, percebe que as crianças estão com problemas e descobre, através de seu fiel escudeiro urubu Ozônio, que as suas primas bruxas, Angustina e Eventina, estão por trás de tudo. Elas se metem na vida do Edifício usando um jogo com joy sticks, iguais aos dos antigos videogames.

Zelda bola um plano para desmascará-las, mas elas criam os meninos-sombra, cuja função é disseminar angústia e medo. O teste dos protótipos dos meninos sombrios e sem face, é feito sobre as crianças do edifício, que invadiram secretamente um apartamento vazio do prédio. Com o passar do tempo, os meninos-sombra tornam-se os fura-livros, porque fazem um furo na capa dos livros quando atacam as crianças concentradas na leitura ou no estudo. Eles vão atacar várias pessoas, que assustadas, abandonam seus livros com a capa furada pela rua.

As crianças então têm a ideia de recolher os livros e construir uma biblioteca com eles no espaço vazio e a coisa progride até que acontece um novo ataque. A turma então bola um plano: usar a luz para projetar sombras enormes de formigas, que ampliadas viram monstros que vão assustar e afastar os meninos-sombra. Eles acabam fugindo e as crianças descobrem que o medo é o combustível do jogo das bruxas. Quando deixam de ter medo, o jogo deixa de funcionar. No final, elas descobrem também que Zelda, a bruxa-fada vizinha, é uma personagem saída de um livro mágico.

Região: Sudeste
Direção: Dilea Frate
Produção: Piaventura

O que vem por aí