TV Brasil homenageia Zygmunt Bauman nesta sexta (13/1)

Série Incertezas Críticas tem pré-estreia com entrevista do sociólogo polonês

Em tributo ao sociólogo polonês Zygmunt Bauman que morreu na última segunda-feira (9/1), a TV Brasil apresenta a entrevista que o intelectual concedeu à série Incertezas Críticas, produção nacional com pré-estreia nesta sexta-feira, 13 de janeiro de 2017, às 23h30.

 

 

Sociólogo polonês Zygmunt Bauman na entrevista para a série 'Incertezas Críticas' em sua casa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autor de livros de sucesso, como “Amor Líquido”, o filósofo contemporâneo mostra como o poder econômico reduziu a capacidade política dos governos. Também traça um panorama sobre diversos aspectos do plano coletivo ao particular.

 

"O caráter emergente da sociedade e da vida individual pode ser caracterizado dizendo-se que a incerteza é a única certeza que temos. A crise econômica é só um exemplo dessa instabilidade", afirma.

 

Na entrevista realizada em sua residência com a equipe da série da TV Brasil, Bauman também reflete sobre as perspectivas de futuro para os jovens e discute o uso das redes sociais como o Facebook.

 

"Você pode ser quem quiser e ter um mundo imaginário, on-line, que não aparece na realidade, off-line. Pode ter várias identidades diferentes, fingir ser algo que não é e realizar todos os seus sonhos. É uma maneira de fugir das duras exigências e asperezas do mundo off-line".

 

O escritor tem uma extensa biografia com análises sobre a sociedade e as mudanças do mundo atual. Criador do conceito de "liquidez" na modernidade, em que aborda as relações e a fluidez contemporâneas causadas pela globalização, Bauman faz uma crítica explícita ao atual sistema fragmentado de absorção de informações.

 

"A combinação dos sentimentos de ignorância e impotência dá um resultado que é a humilhação, um golpe pesado na autoconfiança e na autoestima. 'Sou um homem sem valor, não sou quem deveria ser'. De acordo com as estatísticas, a depressão é a doença mais comum no momento", pontua o escritor que completa o raciocínio.

 

"Viver nessas circunstâncias exige que as pessoas tenham nervos muito fortes. Que tenham determinação e, também, eu acho, que pensem em maneiras de transformar o mundo em que vivem. As condições de vida do mundo e não apenas as suas condições particulares. É muito difícil propor isso e ainda mais difícil conseguir”, pondera Bauman.

 

Autor de 35 livros publicados no Brasil ao longo de várias décadas, o homenageado aborda em sua obra temas relacionados à comunicação, à filosofia e ao humanismo. "A característica do sistema mundial hoje, em tempos de modernidade líquida, é a constante mudança ou flutuação do poder econômico de um lugar para outro", explica.

 

Zygmunt Bauman foi reconhecido com os prêmios Amalfi e Adorno. Também era professor emérito de sociologia das universidades de Leeds e Varsóvia.

 

 

 

Sobre a produção

 

Em 12 programas de 26 minutos na TV Brasil, a série Incertezas Críticas traz reflexão sobre o mundo atual na visão de alguns dos mais importantes intelectuais contemporâneos. Cada episódio destaca um pensador, numa entrevista exclusiva em sua casa ou escritório.

 

Além de Zygmunt Bauman, a produção entrevista personalidades como os sociólogos franceses Michel Maffesoli e Alain Touraine, o linguista e ativista norte-americano Noam Chomsky, o economista brasileiro Luiz Gonzaga Belluzzo, o sociólogo norte-americano Richard Sennett, entre outros.

 

A proposta da série Incertezas Críticas é debater o mundo contemporâneo em diversas perspectivas como sociedade, economia, cultura e arte. Em cada episódio, o espectador pode ter uma introdução sobre o pensamento de alguns dos mais notáveis intelectuais de nosso tempo.

 

As entrevistas foram conduzidas pelo diretor da série, Daniel Augusto, que também assina o roteiro e a edição de Incertezas Críticas. Tratam-se de programas que propõem questões profundas, mas, ao mesmo tempo, de um modo acessível, para que o público possa pensar sobre a realidade mundial.

 

Inédita na televisão brasileira, a produção reúne alguns dos pensadores centrais do tempo presente, autores que são referência para quem almeja saber algo sobre como vivemos hoje.

 

Produzida pela Grifa Filmes, a série Incertezas Críticas exibe, na TV Brasil, entrevistas com o sociólogo francês Alain Touraine; o escritor argentino, naturalizado canadense, Alberto Manguel; o cientista político francês Dominique Moisi; o economista brasileiro Luiz Gonzaga Belluzzo; o urbanista norte-americano Mike Davis; o sociólogo francês Michel Maffesoli; o linguista e ativista norte-americano Noam Chomsky; o sociólogo norte-americano Richard Sennett; o historiador norte-americano Robert Darnton; o escritor paquistanês Tariq Ali; a ativista ambiental indiana Vandana Shiva; e o sociólogo polonês Zygmunt Bauman.

 

 

 

Ficha Técnica

 

Episódios: 12
Duração: 26 min.
Ano de produção: 2015
Classificação indicativa: Livre
Produtora: Grifa Filmes
Direção: Daniel Augusto
Produção Executiva: Fernando Dias e Mauricio Dias
Direção de Fotografia: Jacob Solitrenick
Ideia original: Fernando Dias e Daniel Augusto
Roteiro: Daniel Augusto
Produção: Alessandra Tosi
Coordenação de Produção: Isabel Oliva

 

 

Serviço
Incertezas Críticas
Pré-estreia dia 13 de janeiro (sexta-feira), às 23h30, na TV Brasil, com entrevista de Zygmunt Bauman.