Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

TV Brasil reexibe entrevista de Bibi Ferreira para Roseann Kennedy

Emissora pública mostra produção exibida em junho de 2017

Considerada uma das maiores vozes do Brasil e uma das grandes damas do teatro nacional, Bibi Ferreira faleceu nesta quarta-feira (13), aos 96 anos. Em tributo a saudosa artista, a TV Brasil reapresenta neste domingo (17), às 20h, a entrevista que a diva concedeu para a jornalista Roseann Kennedy

Gravado em junho de 2017, no Hotel Meliá, em Brasília, o papo para o programa Conversa com Roseann Kennedy foi ao ar originalmente naquele mês e bordou segredos e curiosidades sobre a rotina da musa do teatro no país, artista que promoveu sintonia entre o palco e a plateia com versatilidade em seus espetáculos.

Filha do ator e diretor Procópio Ferreira e da bailarina argentina Aída Izquierdo, Bibi Ferreira dizia ter nascido no teatro. Ela estreou na vida artística aos 3 anos de idade. Quando subia aos palcos, a atriz, cantora e diretora revelava uma disposição fora do comum mesmo com idade avançada.

Em setembro do ano passado, Bibi Ferreira se retirou voluntariamente de cena para preservar a saúde após três internações sucessivas. Em mensagem publicada nas redes sociais, a atriz e cantora anunciou que encerrava a carreira.

A diva morreu nesta quarta-feira (13), aos 96 anos, em sua residência, no Rio de Janeiro. De acordo com a família, Bibi Ferreira morreu em consequência de problemas no coração.

Bibi Ferreira contou segredos da longevidade

Cantando em quatro idiomas, inglês, francês, português e espanhol, ela interpretava com perfeição grandes sucessos de Amália Rodrigues, Carlos Gardel, Frank Sinatra e Edith Piaf.

Em relação a escolha de seu repertório, Bibi disse para Roseann Kennedy que o público vem sempre em primeiro lugar e justifica. "Eu nunca penso no que eu quero, no que eu gosto... Eu tenho que pensar sempre em relação à plateia. A plateia é a que gosta, a que quer, a que deseja".

Com uma energia de dar inveja a qualquer um, Bibi contou que tomava pequenos cuidados para preservar a vitalidade. "Manter a voz é uma questão de saúde, de respeito à saúde e de se comportar devidamente. Não falar muito alto, não tomar muito álcool, dormir o máximo que puder... Então é importante que você guarde tudo isso para quando você estiver no palco".

Para manter a voz ela revelou outro pequeno segredo. Antes de entrar no palco e pegar o microfone, sempre tomava uma xícara de café quente com uma pitada de manteiga. Ela deu a receita levando à mão até a garganta. "Quando a manteiga derreter, você toma o café. A manteiga é para azeitar as cordas vocais".

Orgulhosa de sua carreira, Bibi atribuiu o resultado de seu sucesso à sua entrega ao trabalho. Para ela, nada seria possível sem amor. "O amor é tudo. Se não houver amor, não há nada".

Ao se dirigir à Roseann Kennedy, ela concluiu. "Você estar aqui é um ato de amor, é um ato de bondade, é um ato de querer ouvir um pouco as coisas da minha alma. Quer dizer, é um ato de amor que nós estamos cometendo aqui".

Sem modéstia e num sorriso amigável, ela justificou seu espírito inquieto e explicou porque não se considerava uma estrela e sim um cometa. "O cometa tem uma calda, né? Ele aparece com hora marcada e aparece sempre na hora. A estrela é fixa. Eu não sou uma estrela fixa. Eu sou uma estrela que anda pelo céu", disse ao fim da entrevista.

Serviço
Conversa com Roseann Kennedy - Bibi Ferreira - domingo, dia 17/2, às 20h, na TV Brasil

Da Gerência de Comunicação Institucional
Empresa Brasil de Comunicação - EBC
Contato: (21) 2117-6471 / (21) 2117-6239


 

Criado em 14/02/2019 - 18:30 e atualizado em 14/02/2019 - 18:30

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Ultimas

O que vem por aí