Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Espaço Público entrevista Hélio Bicudo

Jurista discute assuntos da agenda política e mostra disposição para

Espaço Público

No AR em 16/12/2015 - 01:00

Hélio BicudoUm dos juristas que assinam o pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, o advogado Hélio Bicudo é o entrevistado do Espaço Público desta terça-feira 15 de dezembro. Aos 93 anos, o combativo promotor de Justiça que enfrentou o Esquadrão da Morte durante a ditadura militar (1964-1985) e tornou-se defensor intransigente dos direitos humanos ainda demonstra disposição para a luta, apesar da saúde debilitada por dois AVCs, em 2010, e um infarto, em junho último.

Hélio Bicudo foi secretário de Negócios Jurídicos da Prefeitura de São Paulo na gestão da então petista Luiza Erundina, de 1989 a 1990. Ainda pelo PT, elegeu-se vice-prefeito na chapa de Marta Suplicy, exercendo o mandato entre 2001 e 2004. Também disputou o Senado em 1986, perdendo para Mário Covas e Fernando Henrique Cardoso. Outra derrota foi como candidato a vice de Luiz Inácio Lula da Silva em chapa para o governo de São Paulo, em 1982.

Em 1991, Bicudo elegeu-se deputado federal pelo PT. Deixou a legenda já no primeiro governo Lula, em 2005. Em entrevista recente, disse que “o PT, como partido, desapareceu. Tem uma pessoa, que é o Lula. O resto não é nada”. E justificou: “Saí do PT exatamente por causa dessa questão da hegemonia das pessoas". Segundo ele, a legenda está dominada pelo caciquismo.

Depois de 25 anos no PT - ao qual foi um dos primeiros filiados -, há uma década Hélio Bicudo milita na oposição. Em 2010, apoiou Marina Silva (PV) no primeiro turno e José Serra (PSDB) no segundo. Para pedir o afastamento de Dilma, aliou-se ao também jurista Miguel Reale Junior, ministro da Justiça no governo FHC, e a uma ex-aluna, a professora de Direito Penal da USP Janaina Conceição Paschoal.

A posição pelo impeachment dividiu a família: foi apoiada pela filha Maria Lúcia e firmemente criticada por José Eduardo, mais um de sete filhos. Ele acha que o pai “está sendo usado para botar lenha na fornalha”. Ela, que dá continuidade ao “belo trabalho”. Mas o racha familiar não parece preocupar Bicudo. “Nunca exigi fidelidade aos meus pontos de vista. Atuo segundo minha consciência".

Nascido em Mogi das Cruzes, em 1922, ano marcado pelo Modernismo no Brasil, Hélio Bicudo estudou direito na Universidade de São Paulo, integrando a turma de 1947. Católico praticante, ganhou prestígio na defesa dos direitos humanos, tornando-se, em 2000, o terceiro brasileiro a ocupar, na Organização dos Estados Americanos (OEA), em Washington, a presidência da Comissão Interamericana de Direitos Humanos.

Transmitido pela TV Brasil toda terça-feira, às 23h, o Espaço Público é apresentado pelos jornalistas Paulo Moreira Leite e Florestan Fernandes Júnior. Deste programa participa também como entrevistadora a repórter especial do jornal Folha de São Paulo, Eleonora de Lucena.




Criado em 11/12/2015 - 19:54 e atualizado em 16/12/2015 - 13:17

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí