Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Escritora Nélida Piñon fala sobre novo livro e o período em isolamento

Imortal lança romance de 512 páginas todo escrito à mão

Sem Censura

No AR em 04/11/2020 - 14:00

O Sem Censura recebe a premiada autora Nélida Piñon, nesta quarta (4). Durante o bate-papo com a apresentadora Katty Navarro, a imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL) fala sobre sua nova obra, o romance Um dia chegarei a Sagres. O programa conta ainda com o acordeonista Marcelo Caldi, que lança nova música.

Aos 83 anos, a premiada escritora carioca, revela detalhes do novo livro. Ambientado no século XIX, o romance é narrado por Mateus, um homem pobre, filho de uma prostituta, criado pelo avô em uma aldeia  e cuja a própria trajetória se mistura com a história da nação onde vive, Portugal. A publicação foi toda escrita à mão, durante a temporada de um ano que Nélida passou em Lisboa.

Eleita em 1989 para a ABL, Nélida Piñon redigiu premiadas obras de vários gêneros 
Eleita em 1989 para a ABL, Nélida Piñon redigiu premiadas obras de vários gêneros  - Reprodução/TV Brasil

No programa, a autora também comenta a quarentena em seu apartamento na Lagoa, no Rio de Janeiro. Lá trabalha, revive lembranças, assiste programas de culinária e interage com suas duas cadelas, a pinscher Suzy – a quem também dedica o novo livro – e a chihuahua Pilara. Participa da conversa, a apresentadora Mariana Lima, da Rede Minas, parceira da TV Brasil.

Ainda neste Sem Censura, o sanfoneiro Marcelo Caldi lança música nova com Gabriel Gabriel. O sanfoneiro é também pianista, cantor, arranjador e compositor sinfônico – o que o transformou em um dos maiores acordeonistas de sua geração.

Confira ainda nesta edição todas as informações atualizadas ao vivo sobre a pandemia com jornalistas do Rio de Janeiro, de Brasília e de São Paulo.

Você pode participar usando #semcensura no Twitter. A sua mensagem pode ser lida ao vivo.

Nélida Piñon foi a primeira mulher a presidir a ABL, entre 1996 e 1997
Nélida Piñon foi a primeira mulher a presidir a ABL, entre 1996 e 1997 - Elisa Cabot CC 2.0

 

Criado em 04/11/2020 - 11:15

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí