Caminhos da Reportagem

Próximo episódio

  • Você tem medo de quê?

    Caminhos da Reportagem discute os medos mais comuns, como o de altura e de dentista, e as fobias mais desconhecidas, como hilofobia

    Nesta semana o Caminhos da Reportagem discute os medos e as fobias. Dos medos mais comuns, como o de altura e de dentista, às fobias mais desconhecidas, como a hilofobia, que é o medo de florestas, passando pelo temor a insetos como baratas e lagartas. Para quem sofre não há medo maior ou menor. Todos merecem atenção e podem ser tratados.

    Considerado importante para a preservação das espécies, o medo faz parte do processo evolutivo, como explica o psicólogo Maurício Neubern: “Um animal, para sobreviver, ele precisa ter alguma coisa de medo, porque assim ele aprende a localizar perigos. Então, o medo em si não é bom nem ruim, ele faz parte de um processo evolutivo que, para as espécies, ensina a prudência. E no caso do ser humano é a mesma coisa. Você está andando num lugar e você vê de repente que o lugar está todo escuro, a princípio você não vai. Você se preserva”.

    No entanto, quando evolui para uma fobia, ou seja, um medo acentuado, frequentemente representa perdas para o indivíduo e pode trazer prejuízos para as relações sociais e de trabalho, por exemplo. O psiquiatra Rafael Boechat explica que as fobias são classificadas como um tipo de transtorno de ansiedade e que o diagnóstico é dado pela relação entre o perigo que o agente fóbico representa e o medo que a pessoa sente. “A pessoa que tem uma fobia tem uma reação totalmente desproporcional àquela situação, ao perigo. Por exemplo, uma pessoa que tem fobia de barata, se você coloca ela de frente para uma barata, ela vai ter uma reação fisiológica, uma reação física, taquicardia, coração acelerado, palpitação, suor, medo mesmo, pavor como se tivesse de frente de um leão, de uma cobra, de um agente realmente agressivo”, completa Boechat.

    Especialistas afirmam que uma fobia pode se desenvolver por uma predisposição genética, por padrões de comportamentos, de aprendizado ou por traumas vividos. A jornalista Gabriela Ribeiro Leão cresceu no sítio da avó, onde havia muitas árvores frutíferas e muitas lagartas. Uma delas caiu no ombro de Gabriela e hoje ela não consegue ver o animal nem na televisão. “Olha, não é frescura. Muitas pessoas acham que é frescura, mas não é. Minha pressão cai, eu tenho tontura, me dá náusea, me dá enjoo, ânsia de vômitos, as mãos suam frio, eu fico trêmula”, descreve a jornalista.

    Além de mostrar o sofrimento das pessoas com fobias, este episódio apresenta a diferença entre fobia, estresse pós-traumático e síndrome do pânico, e também discute as diferentes formas de tratamento. Nossa reportagem conversa com psiquiatras, psicólogos e terapeutas de linhas diversas, como a terapia cognitivo-comportamental, florais de Bach, EMDR, hipnose, além do uso de medicamentos. Também visitamos cursos especializados para pessoas com medo de água e trânsito, por exemplo. Com as técnicas certas, alguns alunos e pacientes descobrem que é possível conviver com seus medos, sem grandes perdas na vida.

    Ficha técnica

    Reportagem: Flavia Peixoto
    Produção: Flavia Peixoto e Pollyane Marques
    Imagens: Sigmar Gonçalves, André Pacheco e Rogerio Verçoza
    Auxílio técnico: Edivan Viana e Dailton Matos
    Edição de texto: Francislene de Paula
    Edição de imagem e finalização: André Eustáquio e Jerson Portela
    Arte: Antonio Trindade e Julia Costa

Episódios anteriores

  • qui, 16/03/2017 - 22:00
    Caminhos da Reportagem aborda a violência praticada dentro das escolas e o dilema: até que ponto vale a pena ser professor no Brasil?
  • qui, 09/03/2017 - 22:00
    Caminhos da Reportagem retrata o cenário em que jovens crescem dentro dos abrigos e não têm para onde ir quando completam 18 anos de idade
  • seg, 06/03/2017 - 05:30
    Caminhos da Reportagem mostra que quem arregaça as mangas para se tornar patrão de si mesmo encontra menos dificuldades que há algumas décadas.
  • qui, 02/03/2017 - 02:15
    Qual a influência do negro na maior festa do planeta? Caminhos da Reportagem busca a resposta em várias partes do país: Pernambuco, Maranhão, Ceará, Bahia, Maranhão, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.
  • qui, 02/03/2017 - 20:35
    Qual a influência do negro na maior festa do planeta? Caminhos da Reportagem busca a resposta em várias partes do país: Pernambuco, Maranhão, Ceará, Bahia, Maranhão, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.
  • qui, 23/02/2017 - 20:30
    Caminhos da Reportagem retrata escolas de samba que não aparecem na TV, mas fazem parte da história do carnaval carioca
  • qui, 16/02/2017 - 20:30
    Em cinco estados diferentes, Caminhos da Reportagem mostra as condições das penitenciárias nacionais, o dia a dia das famílias e a atuação das facções dentro e fora dos presídios
  • qui, 09/02/2017 - 20:30
    Mitos e tabus no país de 50 milhões de descargas elétricas por ano
  • qui, 02/02/2017 - 20:30
    Caminhos da Reportagem visita os sobreviventes de uma das maiores tragédias do esporte mundial e conta como está o processo de reestruturação de suas vidas e do time
  • qua, 01/02/2017 - 05:30
    Caminhos da Reportagem mostra que quem arregaça as mangas para se tornar patrão de si mesmo encontra menos dificuldades que há algumas décadas.
  • qui, 26/01/2017 - 20:30
    O Caminhos da Reportagem desta semana busca respostas para uma doença que afeta milhares de pessoas todos os anos, principalmente no verão
  • qui, 12/01/2017 - 20:30
    Caminhos da Reportagem remonta a trajetória do compositor no ano em que este completaria 120 anos
  • qui, 05/01/2017 - 20:30
    Caminhos da Reportagem apresenta as tradições e monumentos do Recôncavo Baiano, vindos desde a época da colonização portuguesa
  • sex, 30/12/2016 - 05:30
    Caminhos da Reportagem mostra que quem arregaça as mangas para se tornar patrão de si mesmo encontra menos dificuldades que há algumas décadas.
  • qui, 29/12/2016 - 20:30
    Caminhos da Reportagem percorre quatro estados brasileiros e revela pequenas ações que podem trazer grandes resultados na luta pelo reequilíbrio do ecossistema.
  • seg, 26/12/2016 - 08:46
    Caminhos da Reportagem conversa com jovens para tentar entender como essa geração se relaciona e quais são suas percepções sobre os estudos, o trabalho, a vida.
  • seg, 26/12/2016 - 08:34
    Caminhos da Reportagem conversa com jovens para tentar entender como essa geração se relaciona e quais são suas percepções sobre os estudos, o trabalho, a vida.
  • qui, 22/12/2016 - 20:30
    O que algumas famílias LGBT comemoram neste fim de ano
  • qui, 15/12/2016 - 01:45
    Caminhos da Reportagem conversa com jovens para tentar entender como essa geração se relaciona e quais são suas percepções sobre os estudos, o trabalho, a vida.
  • qui, 15/12/2016 - 20:30
    Caminhos da Reportagem conversa com jovens para tentar entender como essa geração se relaciona e quais são suas percepções sobre os estudos, o trabalho, a vida.

Páginas