Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Augustas

Filme traz referências do Cinema Marginal das décadas de 1960 e 1970

Cine Nacional

No AR em 22/05/2018 - 23:45

Na mítica Rua Augusta em São Paulo, o jornalista Alex (Mário Bortolotto) busca respostas para suas angústias. O protagonista mergulha no universo da prostituição e em rituais neoxamânicos. É nesse contexto que se desenrola a trama do filme “Augustas”. No elenco, a história traz nomes como Juliano Cazarré e Milhem Cortaz, sob a direção do cineasta Francisco César Filho.

O longa é baseado no livro “A Estratégia de Lilith”, de Alex Antunes & Sish. A película brasileira tem como principais referências as produções do Cinema Marginal, lançadas entre o final da década de 1960 e o início dos anos 1970. As filmagens foram realizadas em um período de quatro semanas, utilizando a própria rua Augusta como locação, em cenas diurnas e noturnas.

Cena do filme "Augustas"
Cena do filme "Augustas" - Divulgação

Morador da rua Augusta, o jornalista paulistano surta quando é demitido do emprego. Alex perde também seu relacionamento com a ex-chefe e procura reconforto no universo noturno de São Paulo. Entre prostitutas e rituais xamânicos, ele começa a ser guiado por uma voz masculina, que apresenta uma visão espiritual do mundo.

O drama é dirigido por Francisco César Filho, mais conhecido como diretor e curador de diversas mostras e festivais, como o Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo, a Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul e a Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental.

“Augustas” marca a estreia no longa-metragem do cineasta e diretor de televisão Francisco César Filho. Ele é o responsável por diversos documentários premiados no Brasil e no exterior. Em 2012, Francisco lançou seus dois primeiros filmes: “Augustas” e o documentário “Futuro do Pretérito: Tropicalismo Now!”, em parceria com Ninho Moraes.

Ano: 2012. Gênero: drama. Direção: Francisco César Filho, com Mário Bortolotto, Caroline Abras, Georgina Castro, Guta Ruiz, Maíra Chasseraux, Selma Egrei, Henrique Schafer, Juliano Cazarré, Milhem Cortaz, Fernando Bezerra, Paula Pretta, Dionísio Neto, Ziza Brisola, Gustavo Brandão, Fioravante Almeida e Phedra de Córdoba

Classificação Indicativa: 16 anos

Ultimas

O que vem por aí