Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Cinema nacional de animação pauta entrevista no Sem Censura

Programa aborda cuidados com olhos na véspera do Dia Mundial da Visão

Na Semana da Criança, o programa Sem Censura recebe o cineasta Sílvio Toledo nesta quarta (9), às 17h, na TV Brasil, para falar sobra o lançamento do filme "A Princesa de Elymia", primeiro longa de animação realizado na Paraíba que entra em cartaz nos cinemas nesta quinta.

O diretor comenta a expectativa para a estreia da produção que leva às telas a trama de Zoé, uma menina de 10 anos que tem sua vida transformada ao encontrar o portal para o Reino de Elymia na Pedra da Gávea. Por ser herdeira de poderes mágicos que podem salvar este mundo, a jovem precisa aprender a usar a magia para derrotar bruxos, dragões e monstros.

Segundo Sílvio Toledo, a identidade visual da produção é inspirada no universo dos games. O cineasta comenta que todo o processo, desde os cenários virtuais aos personagens, foi realizado digitalmente.

Na véspera do Dia Mundial da Visão, celebrado em 10 de outubro, os apresentadores Vera Barroso e Bruno Barros também entrevistam o ator Cleber Tolini que está em cartaz com uma peça que aborda o olhar e a oftalmologista Rosa Tasmo.

Dirigido e interpretado por Cleber, o espetáculo "Subnormal uma história de baixa visão" é um monólogo que trata dos problemas de visão que o próprio artista enfrentou e leva para os palcos nessa montagem.

A produção conta as transformações pelas quais Cleber viveu ao aprender a lidar sua nova condição. A obra é um papo aberto com a plateia em que a narrativa se apropria da história do autor e do relato de outros personagens como ele.

A médica Rosa Tasmo faz alertas sobre a conscientização da importância da visão. A oftalmologista traz orientações e explica os cuidados necessários que as pessoas devem tomar. A especialista vai destacar que a prevenção é a melhor maneira de cuidar da saúde e de bem-estar dos olhos. O diagnóstico e tratamento das doenças relacionadas à visão precisam ser levados em conta.

Completa o time de convidados desta edição do Sem Censura o multi-instrumentista Fabio Luna para um papo sobre o show "Reloopeando". Ele faz a experimentação sucessiva dos sons de diferentes instrumentos no palco do Centro da Música Carioca Artur da Távola, no Rio de Janeiro, nesta quinta. Já no dia seguinte, o artista se apresenta no JazzB, em São Paulo.

A performance traz um repertório que vai do jazz ao samba, do forró à música indígena, da MPB ao choro. Na performance, Fabio Luna utiliza muitos instrumentos e seu pedal de loop. Além da voz, o bamba emprega flauta, flauta baixo, cavaco, escaleta e instrumentos de percussão: zabumba, talking drum, repique, triângulo, pandeiro e tamborim.

Sobre a produção da TV Brasil

Considerado um dos mais tradicionais programas de entrevistas da televisão brasileira, o Sem Censura está no ar há 34 anos desde 1985. Com uma hora de duração na telinha e extensão de quinze minutos no Facebook, debate questões atuais.

Apresentada por Vera Barroso e Bruno Barros, a produção exibida de segunda a sexta-feira, ao vivo, às 17h, na TV Brasil, recebe convidados para um bate-papo informal sobre temas como saúde, meio ambiente, segurança, tecnologia e comportamento. O programa da emissora pública também tem um time de colunistas que traz contribuições sobre diversas áreas do saber.

Pioneiro na interação com o público na tevê ao abrir espaço para a participação dos telespectadores ainda nos anos 1980, o Sem Censura garante esse contato hoje através da hashtag #semcensura no Twitter, Instagram e Facebook. A atração também é transmitida por streaming pelo Facebook.

Serviço
Sem Censura – quarta-feira, dia 9/10, ao vivo, às 17h, na TV Brasil

Da Gerência de Comunicação Institucional
Empresa Brasil de Comunicação - EBC
Contato: (21) 2117-6471 / (21) 2117-6239

Criado em 08/10/2019 - 16:30 e atualizado em 08/10/2019 - 16:30

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí