Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Vinicius de Moraes

TV Brasil exibe filme sobre o sublime poeta do cotidiano

Cine Nacional

No AR em 25/12/2014 - 03:30

Vinicius de Moraes, o sublime poeta do cotidiano, autor de 400 poesias e 400 letras de músicas, está de volta em filme dirigido por Miguel Faria Jr. e produzido por Susana de Moraes.

Para celebrar a vida e a obra de um criador multifacetado – autor teatral, poeta, parceiro dos nomes mais importantes da MPB e, acima de tudo, um iluminado personagem da história cultural do país - o diretor Miguel Faria Jr. reuniu um incomparável elenco de parceiros, intérpretes, amigos e raras imagens de arquivo que relembram a genial simplicidade de Vinicius com a espontaneidade, humor e liberdade de quem conversa em uma mesa de bar, exatamente como gostaria o eterno Vinicius.

Com produção da Iberautor Promociones Culturales, 1001 Filmes Ltda., VM Empreendimentos Artísticos e Culturais Ltda e Sky Light Cinema Foto e Art Ltda, e patrocínio da BR Petrobras e BNDES, VINICIUS apresenta depoimentos de Chico Buarque, Ferreira Gullar, Carlos Lyra, Caetano Veloso, Maria Bethânia, Toquinho, entre muitos outros. Adriana Calcanhoto, Olívia Byington, Mariana de Moraes, Mart´Nália e Mônica Salmaso interpretam seus grandes clássicos enquanto Camila Morgado e Ricardo Blat, em encenação de um show sobre Vinicius, relembram textos e poesias sobre  paixão,  amizade, alegria, beleza, delicadeza e perdão – os temas preferidos do poeta.

Em Vinicius, preciosas imagens de arquivo contribuem para ilustrar a vida e obra do personagem, como a de João Gilberto ao violão ao lado de Elizete Cardoso na interpretação de  “Eu Não Existo Sem Você” no filme “Pista de Grama”, de Haroldo Costa. Imagens inéditas também revelam importantes transformações ocorridas no Rio de Janeiro desde o nascimento do poeta, em 1913. Naquela época, a cidade tinha um milhão de habitantes, sofria forte influência francesa, Ipanema e Leblon eram apenas praias desertas.  Nos anos 50, a capital do país atravessou mudanças que se refletiam na música, cinema, teatro,  moda e comportamento. Vinicius de Moraes, o poeta e diplomata que fazia canções e  foi um dos inventores da bossa-nova,  passou a ser referência de um novo estilo de vida. Nos anos 60, sua “Garota de Ipanema” deixou um bairro  carioca para ser uma das músicas mais tocadas no mundo. Até sua morte, em 1980, Vinicius viveu intensamente a vida e as transformações da cidade em que nasceu. Reprise. 120 min.




País: Brasil. Ano: 2005. Gênero: Ficção. Direção: Miguel Faria Jr., com Camila Morgado e Ricardo Blat

Classificação indicativa: 12 anos

Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.

Criado em 10/10/2013 - 10:42 e atualizado em 12/12/2014 - 14:58

Ultimas

O que vem por aí