Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Programa Especial fala sobre dança

Fernanda Honorato visita o Projeto Sorrindo

Programa Especial

No AR em 26/10/2019 - 12:30

O tema do Programa Especial desta semana é a dança, uma forma de expressão corporal que contribui para o desenvolvimento de pessoas com e sem deficiência.

Neste episódio, Fernanda Honorato conversa com os dançarinos de tango Lucas Ronconi e Mariana Mattos, que têm síndrome de Down. E, no quadro Dica, Fernanda conhece um projeto que estimula a autonomia de pessoas com deficiência intelectual. Nossa equipe também acompanhou uma aula de dança do instrutor Jhonny Souza, que tem deficiência auditiva e usa implante coclear. 

Fernanda Honorato entrevistou Lucas Ronconi e Mariana Mattos durante um ensaio. Eles participam do grupo de dança inclusiva da professora Denise Calixto, no Rio. À nossa repórter, eles contaram o que o tango significa para eles, sobre os trajes que usam para dançar e, ainda, explicaram alguns passos e os estilos do tango. 

Os dançarinos de Tango Mariana Mattos e Lucas Ronconi falam sobre dança. Os dois têm síndrome de Down e dançam juntos há 10 anos
Os dançarinos de Tango Mariana Mattos e Lucas Ronconi falam sobre dança. Os dois têm síndrome de Down e dançam juntos há 10 anos - Divulgação/TV Brasil

Já Jhonny Souza, que perdeu a audição ainda na infância e é surdo oralizado, conta a trajetória dele no universo da dança. Ele fala que o fato de ser surdo não foi uma barreira para a profissão e, sim, um desafio. E, no quadro Dica, a criadora do Projeto Sorrindo, Flávia Fabres, conta à nossa repórter Fernanda Honorato quando iniciou o projeto, o motivo e como ele funciona.

Jhonny Souza conta como é ser um instrutor de dança surdo. Ela faz uso de implante coclear para dar aulas em academias do Rio de Janeiro
Jhonny Souza conta como é ser um instrutor de dança surdo. Ela faz uso de implante coclear para dar aulas em academias do Rio de Janeiro - Divulgação/TV Brasil

 E, no quadro Dica, a criadora do Projeto Sorrindo, Flávia Fabres, conta à nossa repórter Fernanda Honorato quando iniciou o projeto, o motivo e como ele funciona, e que visa o bem-estar e a socialização das pessoas com deficiência.

Fernanda Honorato visita o Projeto Sorrindo que tem o objetivo de estimular a autonomia de pessoas com deficiência intelectual
Fernanda Honorato visita o Projeto Sorrindo que tem o objetivo de estimular a autonomia de pessoas com deficiência intelectual - Divulgação/TV Brasil

Criado em 22/10/2019 - 12:25

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí