Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Samba de Candeia

Wilson Moreira e Teresa Cristina cantam os sambas do compositor

Samba na Gamboa

No AR em 21/11/2017 - 22:00

O Samba na Gamboa desta semana homenageia um dos maiores poetas do samba. Com seus versos fortes, Candeia exaltou a negritude, cantou o amor e, como um guerreiro, defendeu as tradições do ritmo mais popular do Brasil.

E para celebrar a obra deste sambista maior, Diogo Nogueira recebe Wilson Moreira, que foi parceiro de Candeia, e Teresa Cristina, que tem forte influência do mestre tanto no lado profissional quanto no pessoal.

Teresa Cristina e Diogo Nogueira no Samba na Gamboa
Teresa Cristina e Diogo Nogueira no Samba na Gamboa - Divulgação

“No meu colégio era tão forte essa coisa da cor da pele, que eu tinha vergonha de ser negra. E era uma vergonha misturada com medo, porque eu ia pro colégio sem saber o que ia acontecer”, relembra a cantora. “Quando o meu pai cantava músicas do Candeia, falando da raça negra, com toda graça e todo o louvor que ela merece, primeiro eu pensei ´esse cara é um louco´. Então, esse repertório pra mim, hoje em dia, é quase como uma assinatura da minha vida. E eu acho que esse homem, que me colocou no samba, não só fez a minha vida artística. Ele trouxe pra mim uma vaidade, um amor próprio que eu, quando criança, não enxergava em horizonte nenhum” revela Teresa.

No repertório, sambas clássicos de Candeia como O mar serenou, Me alucina e De qualquer maneira.

Ultimas

O que vem por aí