Ver TV

Próximo episódio

  • Televis√£o de qualidade

    Pesquisa realizada pela BBC em 2014 revelou o ranking das televis√Ķes de melhor qualidade no mundo.

    A TV Cultura de São Paulo ficou em segundo lugar, logo atrás da própria BBC. No Brasil, há muitos programas com forte apelo sexual, incitação à violência e desrespeito aos valores éticos. Poucos são os que fazem o contrário, estimulando a busca do conhecimento, ampliando horizontes e enriquecendo a vida do telespectador.

    Participa do programa a diretora executiva da Televisão da América Latina (TAL), Malu Viana. Ela foi representante do Input Brasil, mostra internacional de televisão de qualidade. Para ela, uma TV de qualidade “é o reflexo da cultura nacional, de ter um espaço onde essas vozes e o pluralismo social estejam refletidos também na televisão, ter um lugar onde seus criadores possam desenvolver novos programas e formatos e não ficar somente repetindo fórmulas que são produzidas em outros lugares”.

    O Ver TV também conta com a presença do cineasta Cao Hamburger, criador e diretor de programas de TV e cinema. Ele dirigiu a consagrada série Castelo RÁ-TIM-BUM. Cao entende que “talvez o que defina um programa de qualidade seja a adequação do formato ao conteúdo. Não adianta ter só o formato interessante e muito bem produzido, se o conteúdo for eticamente fraco. Não adianta também, por outro lado, você ter um programa com o conteúdo incrível e muito chato, que ninguém consegue assistir.”

    A terceira cadeira foi ocupada pela professora de comunicação da Universidade Federal de Juiz de Fora, Gabriela Borges. Ela é coautora do livro Discursos e práticas de qualidade na televisão.
    O programa entrevistou, via Facetime, o chefe de políticas internacionais da BBC, Daniel Wilson. Ele comenta os critérios da pesquisa que a emissora pública britânica encomendou sobre TVs de qualidade no mundo, comenta as estratégias de programação da BBC e a importância de fortalecimento das emissoras públicas dos países.

    Autora do artigo Critérios de qualidade da emissora pública: uma perspectiva crítica, Juliana Marques faz uma análise dos indicadores de audiência em relação à qualidade de programação dos canais de televisão.

    O professor Othon Jambeiro, da Universidade Federal da Bahia analisa o impacto da implantação da TV digital na qualidade dos programas, na diversificação da oferta de conteúdo e na regulação do setor de radiofusão.

     

    Apresentação e edição: Lalo Leal
    Produção: Aline Penna, Vitor Chambon e Patrícia Lima
    Roteiro: Marcus Vinicius Fraga
    Direção: Pola Galé

     

Base: 
Sexta às 20h00
Quarta às 00h30

O Ver TV traz, toda semana, m√ļltiplos olhares sobre conte√ļdos apresentados na televis√£o e tamb√©m em outras m√≠dias. Convidados discutem a programa√ß√£o da TV de modo multidisciplinar, analisando seus aspectos jornal√≠stico, econ√īmico, social, psicol√≥gico, de entretenimento, entre outros. O programa oferece diferentes pontos de vista para um mesmo tema. A discuss√£o √© complementada por v√≠deos, depoimentos de especialistas e opini√Ķes dos cidad√£os.

Apresentado pelo soci√≥logo e jornalista Lalo Leal, pesquisador na √°rea de pol√≠ticas da Comunica√ß√£o e professor da Escola de Comunica√ß√Ķes e Artes da Universidade de S√£o Paulo (ECA-USP), o Ver TV acompanha as tend√™ncias, novas abordagens e discute as fun√ß√Ķes de uma TV de qualidade.¬†

O Vert TV vai ar toda sexta, 20h, com reprises às quartas, 0h30.

 

Descri√ß√£o: 
Lalo Leal discute fun√ß√Ķes, programa√ß√£o, avan√ßos tecnol√≥gicos e quest√Ķes √©ticas de uma TV de qualidade, comprometida com a cidadania.

Episódios anteriores

P√°ginas

Programas