Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Terra da Poesia

Caminhos da Reportagem vai ao Sertão do Pajeú (PE), região conhecida

Caminhos da Reportagem

No AR em 07/03/2014 - 01:00

Vista da Pedra do Tendó, em Teixeira, de onde a poesia teria surgido na regiãoSão José do Egito, Itapetim, Tabira... cidades pequenas mas cheias de poesia, onde a seca e o sofrimento do povo acaba se transformando em alimento para a alma.

Profeta no Sertão do PajeúEm São José do Egito, o assunto é tão sério que foram criadas três dinastias de poetas faraós: Antônio Marinho, Rogaciano Leite e Lourival Batista. Esses homens, com seu lirismo, ajudaram a espalhar as sementes da poesia no sertão. Hoje, já são quase duzentos estilos poéticos, todos criados por essa gente. Tem o “sete linhas”, o “galope à beira mar”, o “quadrão perguntado”, o “martelo alagoano”, entre outros. Em São José do Egito, o padre é poeta, o barbeiro é poeta, o prefeito é poeta, a prostituta é poetisa... Em um  lugar onde se encontra um poeta em cada esquina, até a missa é cantada em versos.

Em Tabira, outra cidadezinha do Sertão do Pajeú, pessoas de diferentes ofícios e profissões se encontram para fazer recitais e cantorias debaixo de um umbuzeiro centenário. Lá, relembram histórias divertidas, homenageiam um amigo e poeta morto e fazem versos para a equipe de reportagem.

O programa vai também a Carnaíba, cidade em que a poesia dá lugar à música. Zé Dantas, parceiro de Luiz Gonzaga, nasceu lá e ajudou a sanfona a ganhar força. Mas não é só o fole que soa. A cidade é berço de saxofonistas, clarinetistas, tubistas, trombetistas e trombonistas.

 

Reportagem: Carina Dourado
Edição de Texto: Marieta Cazarré e Paulo Eduardo Barbosa
Edição de Imagens e finalização: Fábio Lima
Produção: Débora Brito e Beatriz Abreu
Coordenação de Produção: Marieta Cazarré
Imagens: Osvaldo Alves
Auxiliar técnico: Lion Arthur
Arte: Dinho Rodrigues, Antonio Trindade e Carlos Almeida Aguiar

 

 




Ultimas

O que vem por aí