Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Um mês de Trump

Diálogo Brasil analisa início de mandato do novo presidente dos EUA

Diálogo Brasil

No AR em 21/02/2017 - 23:30

O primeiro mês de Donald Trump na presidência dos Estados Unidos é tema desta edição do Diálogo Brasil. As turbulências e polêmicas de um governo que se opõe de forma aberta a causas globais, como o combate ao aquecimento do planeta e o acolhimento de refugiados e imigrantes, são analisadas pelos professores de Relações Internacionais Juliano Cortinhas, da Universidade de Brasília (UnB), e Creomar de Souza, da Universidade Católica de Brasília.

 Na opinião dos dois professores, o populismo de Donald Trump põe em risco o sistema de pesos e contrapesos que mantém o equilíbrio entre as instituições e a democracia americana. Para  Juliano Cortinhas, impressiona a velocidade com que a sustentabilidade do governo vai sendo posta à prova. Creomar de Souza entende ser muito cedo para se falar em processo de impeachment. Ele lembra os casos de Richard Nixon – que renunciou diante da gravidade das acusações de espionagem política contra ele – e de Bill Clinton, que se envolveu num escândalo sexual, mas preservou o cargo.

Trump tem cumprido à risca a promessa feita ao assumir a Casa Branca, de que “deste dia em diante, uma nova visão governará nosso país”. Precisou ser contido pela Justiça ao restringir a entrada no país de pessoas de nações de maioria muçulmana. E insiste em construir um muro na fronteira com o México e um oleoduto em terras indígenas. Também reduziu a importância da criação de um Estado palestino, questão central no conflito que há mais de seis décadas incendeia o Oriente Médio. E rompeu com a parceria transpacífica, acordo de livre comércio negociado por 12 países.

Para o consultor de negócios e ex-embaixador do Brasil nos Estados Unidos, Rubens Barbosa, que participa do programa por meio de vídeo, as “atitudes impulsivas” do presidente tendem a ser atenuadas. Também participam do Diálogo Brasil a coordenadora de Política e Direito Socioambiental do ISA (Instituto Socioambiental), Adriana Ramos; o coordenador do Observatório das Migrações Internacionais da UnB, Leonardo Cavalcanti; e a cientista política Jacqueline Pitanguy, coordenadora da ONG Cepia (Cidadania, Estudo, Pesquisa, Informação e Ação) e membro do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher.    

 




Ultimas

O que vem por aí