Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Parque Ecológico Canela de Ema sofre com descaso e abandono

Até a lei que criou o parque está sendo questionada na Justiça

Repórter DF

No AR em 31/07/2018 - 17:15

O Parque Ecológico Canela de Ema, em Sobradinho II, pede socorro. O local, que pertence à Novacap e possui uma área de quase 24 hectares, está abandonado. No parque, é possível encontrar uma enorme variedade de plantas nativas do cerrado – entre elas, a canela de ema, que dá nome ao parque, além de jatobás e pequizeiros. As águas daqui ajudam a formar o ribeirão Sobradinho e o São Bartolomeu.

O que poderia ser um santuário ecológico no meio da cidade virou um problema. No ano passado, a Justiça considerou inconstitucional a lei distrital que criou o parque, em 1997. A justificativa é que esta é uma atribuição apenas do Poder Executivo.

Enquanto o impasse não é resolvido, o local fica sujeito aos invasores, à especulação imobiliária e ao descaso. O Repórter DF mostra que o parque virou um depósito improvisado de lixo e acumula esgoto a céu aberto. Ambientalistas e moradores da cidade pedem providências.

A Terracap, dona do terreno, disse que a responsabilidade da gestão do parque é do Ibram. O Instituto Brasília Ambiental (Ibram) respondeu, em nota, que encaminharia uma equipe até o local para investigar os problemas mostrados na reportagem. O Ibram também informou que a expectativa é que a unidade de conservação seja criada oficialmente até o fim do ano que vem.

 

Criado em 31/07/2018 - 20:05

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí