Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Cartas: a história e a importância delas

Paulo Vidal vai falar sobre as cartas de Freud, elas fazem parte da

Comentário Geral

No AR em 17/11/2012 - 21:00

Anna Bella Geiger fala sobre sua coleção 'Cartografia'O Comentário Geral desta semana resolveu falar sobras as cartas.

A carta é um escrito, mas também pode ser mapa. Pode ser a unidade do baralho ou a própria Constituição. A Carta de Pero Vaz de Caminha ao Rei de Portugal D. Manuel, em 1500 foi o primeiro documento escrito da história brasileira. E quem vai fala sobre o assunto é o professor da UFRJ, Antônio Carlos Jucá.

Ao longo de sua vida, Freud escreveu milhares de cartas. Elas fizeram parte da evolução de seus pensamentos que desaguaram na Psicanálise. O psicólogo Paulo Vidal é quem conta esta história.

Em 1919, Franz Kafka escreveu uma carta para seu pai que, no entanto, nunca foi enviada. Na carta, ele utilizou todo o seu talento em destrinchar a alma humana para falar do difícil relacionamento entre pai e filho. O autor morreu e a carta acabou virando um de seus livros mais importantes: "Carta ao Pai." O psiquiatra José Durval comenta sobre o assunto.

O grande escritor Caio Fernando Abreu também era um super adepto às cartas. Graças a elas que todos podem matar as saudades desse grande escritor através do documentário: "Para Sempre Teu – Cartas, Conversas, Memórias, Caio Fernando Abreu”, dirigido por Candé Salles e roteirizado por Paula Dip.

Existem técnicas sofisticadas de 'traçar' cartas geográficas, é a arte de fazer mapas; mas tem também quem faça arte com mapas: Anna Bella Geiger. A própria artista plástica fala quando e por que a cartografia entrou em suas obras.

A Constituição brasileira de 1988 é a carta magna! Ela apresentou uma série de novidades jurídicas. E para falar deste assunto, o professor emérito da UFRJ e membro da ABL, José Murilo de Carvalho foi convidado e vai esclarecer esse ícone da juridição nacional.

E aproveitando o clima da Consciência Negra, o professor do Instituto de História da UFRJ, Roberto Guedes, fala sobre as cartas de alforria que libertavam os negros na época da escravidão.





Criado em 05/11/2012 - 19:09 e atualizado em 06/11/2012 - 14:18

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí