Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Osso

O poeta Ferreira Gullar fala sobre o livro 'Ossos e Vozes'

Comentário Geral

No AR em 27/10/2012 - 21:00

A palavra da vez é OSSO.

Para começar, vamos entrar no mundo dos frigoríficos. Isso mesmo! Você sabia que se demora seis segundos para desossar uma peça de frango, o que resulta em mais de três mil peças por hora! São 18 movimentos a cada 15 segundos. São dessas e de outras loucuras da indústria alimentícia que trata o documentário Carne e Osso, de Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros.

Walter Neves é um dos arqueólogos mais respeitados no Brasil. Foi ele quem encontrou a ossatura humana mais antiga do Brasil e a nominou de Luzia. Walter explica a importância desta descoberta em relação às teorias sobre a evolução humana no continente.

Por falar em esqueletos, o Comentário foi desvendar mais sobre a evolução dos invertebrados, aqueles animais que não possuem coluna vertebral nem crânio. Mas será que não têm nenhum ossinho? Quem conta é a bióloga Sonia Barbosa, da UERJ.

O ortopedista Marcos Britto fala sobre um problema que atinge a maioria das mulheres adultas: a osteoporose. E o médico geneticista Juan Llerena explica os ossos de vidro, doença genética que deixa os ossos extremamente frágeis.

As caveiras lembram morte e, também, filme de terror. Mas e o caveirão? Dá medo ou não? O Major do BOPE, Ivan Blaz, é quem conta a história desse símbolo da polícia carioca.

Mas pode haver lirismo nos ossos... Ossos e Vozes, livro de poemas de Ferreira Gullar sobre o qual ele conversa aqui no Comentário Geral. Segundo o autor, os poemas transmitem a serenidade do presente alcançada por sua própria dispersão nas coisas do mundo e nas sombras da memória.

E aí, vai perder?





Criado em 18/10/2012 - 17:55 e atualizado em 23/10/2012 - 15:48

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí