Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Almino Affonso no primeiro episódio de Exílio e Canções

Junto com seu filho, o músico Sérgio Britto (Titãs), Affonso relembra

Exílio e Canções

No AR em 11/09/2014 - 02:00

O ex-ministro Almino Affonso (dir.) e seu filho, o músico Sérgio Britto, relembram os tempos de exílio no Chile. Foto: Giselle JuliãoEm 1964, Almino Affonso aparece em uma lista que suspende, por 10 anos, os direitos políticos de 102 brasileiros. Depois desse documento, o Ato Institucional Número 1, deu-se a primeira leva de exilados da ditadura militar no Brasil. Almino, que ocupava o cargo de ministro do trabalho no governo deposto, saiu com a família – incluindo o filho, Sérgio Britto - rumo ao Chile.

Almino Affonso. Foto: divulgação.No programa, Sérgio Britto e seu pai, Almino Affonso, relembram histórias da vida no exílio, do período em que viveram no Chile até a derrubada do regime democrático e seu presidente, Salvador Allende.

Almino narra o encontro com Geraldo Vandré, homenageado por Sérgio Britto cantando Pra não dizer que não falei das flores, canção marcou a resistência à ditadura militar.

“Fugido, preso, torturado, Vandré atravessa a fronteira, pela Bolívia, chega a Santiago e vai direto para nossa casa; nunca esqueço aquela música que todos conhecemos, é lindo esse verso, pra não dizer que não falei das flores. Nossa casa era uma embaixada da amizade”, relata Affonso.

Almino e Sérgio relembram momentos que viveram durante o Golpe de Estado de 11 de Setembro de 1973 no Chile e a consequente saída da família e as viagens até o retorno ao Brasil. Para Almino Affonso, “o exílio não se configura como fuga, tampouco é covardia mascarada de ação política; ao contrário, é uma frente de combate.”

Direção: Otavio Juliano
Produção: Luciana Ferraz
Roteiro: Valesca Dios e Lucila Rupp
Fotos: Silmara Ciuffa e Giselle Julião

 




Criado em 03/09/2014 - 18:55 e atualizado em 10/09/2014 - 23:16

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí