Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Beleza e autoestima: maquiagem é pauta do Programa Especial

Repórter visita curso de automaquiagem para deficientes visuais

Programa Especial

No AR em 17/02/2018 - 12:00

O Programa Especial desta semana é sobre maquiagem. Nossa repórter Fernanda Honorato foi até São Paulo conhecer o curso de automaquiagem para mulheres com deficiência visual. Nossa equipe também conversou com a youtuber catarinense Larissa Jorge, que é surda e tem um canal em que dá tutoriais de maquiagem. Nesta edição, ainda, no quadro Do Meu Jeito, Virgínia Menezes, que faz parte da equipe de audiodescrição do Programa Especial e tem deficiência visual, mostra como compra suas roupas sozinha.

Descrição de foto: Fernanda, de olhos fechados, sentada ao lado de Hasami. Com uma das mãos, Hasami segura o rosto de Fernanda e passa um lápis no olho dela
Descrição de foto: Fernanda, de olhos fechados, sentada ao lado de Hasami. Com uma das mãos, Hasami segura o rosto de Fernanda e passa um lápis no olho dela - Divulgação

 

Virgínia Menezes participa do quadro Do Meu Jeito e com a ajuda da vendedora Jéssica escolhe um colar
Virgínia Menezes participa do quadro Do Meu Jeito e com a ajuda da vendedora Jéssica escolhe um colar - Divulgação

Fernanda bateu um papo com Chloé Gaya, que é a coordenadora do projeto Muito Além da Beleza, voltado para ensinar pessoas com deficiência visual a se maquiarem. Ela fala sobre a iniciativa: "Esse projeto surgiu em 2016. A gente já formou quatro turmas e a gente tem uma turma por semestre. Então, são duas turmas por ano e, dessa forma, elas podem aprender a fazer maquiagem para diversas ocasiões."

Virgínia Menezes, que é consultora de audiodescrição do Programa e cega de nascença, mostra como faz para comprar roupa sozinha e diz como imagina as cores: "É uma questão, assim, que eu sei que determinadas cores têm muita luz e outras, não. Cores mais fechadas, elas não têm tanta luz quanto as cores abertas ."

Já a youtuber Larissa Jorge fala sobre o seu canal em que dá dicas de beleza e comenta outros assuntos relacionados à deficiência auditiva:

"Quando eu tinha 13 anos de idade, eu via, assim, a minha mãe se maquiando, sempre muito vaidosa, cortava o cabelo e tal. E, a partir dali, eu comecei a aprender de uma forma muito intuitiva. E, aí, pela primeira vez, a minha mãe me deu o meu estojo de maquiagem, bem simplesinho, bem simples. Mas, enfim, o tempo foi passando e aquele interesse dentro de mim foi aumentando. E, aí, acho que eu tinha uns 14 ou 15 anos mais ou menos, e, aí, sim, eu descobri essa atividade que você poderia filmar e colocar as coisas no YouTube."

 

Criado em 12/02/2018 - 15:05

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí