Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Audálio Dantas

O repórter que descobriu Carolina Maria de Jesus em 1959

Provocações

No AR em 06/02/2015 - 02:00

"Há um batalhão de jornalistas sem ética", aponta o entrevistadoAlagoano, aos 81 anos, o jornalista Audálio Dantas conta suas histórias ao programa, como a descoberta da escritora Carolina Maria de Jesus na Favela de Canindé em 1959. "Neste tempo, estava na Folha de São Paulo e foi a minha maior reportagem", resume o conterrâneo de Graciliano Ramos, que chegou a ser censurado por noticiar negros e pobres.

Audálio chegou a ser presidente do sindicato da categoria e, quando provocado por Abujamra, se jornalista tem ética? Não titubeia. "Devia ter, inclusive ser o mandamento número um dos profissionais, mas há um batalhão de jornalistas sem nenhuma ética, que se transformam na voz do dono dos jornais".  




Criado em 04/02/2015 - 19:00 e atualizado em 04/02/2015 - 19:02

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí