Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Aglomerado celebra o Dia da Consciência Negra

O presidente do Olodum, João Jorge Rodrigues, é o entrevistado do

Aglomerado

No AR em 05/07/2014 - 19:30

O bate-papo com Jefferson de Barros, aluno cotista do curso de Jornalismo da UERJMV Bill e Nega Gizza comandam o AglomeradoA consciência negra está na gênese do Aglomerado. Coproduzido pela TV Brasil e pela Central Única de Favelas (CUFA), o programa é dirigido e roteirizado por profissionais negros e apresentado por MV Bill e Nega Gizza, dois importantes expoentes do movimento negro. Para comemorar o Dia da Consciência Negra, o programa discute o racismo, aborda conquistas e, principalmente, celebra a cultura negra no Brasil.

No Viaduto Negrão de Lima, em Madureira, é o funk quem dá o ritmo. O primeiro grupo a subir ao palco é o Carrossel de Emoções, um bloco funk de carnaval, formado majoritariamente por brancos! É isso, falar de consciência negra é também mostrar que um ritmo como o funk, estigmatizado como “de negro favelado”, pode e deve ser apropriado por toda a sociedade brasileira.

Grandes nomes do funk nacional também vieram celebrar a data no viaduto. MC Cidinho,  autor do hino “Rap da Felicidade”, apresenta uma música inédita: “Não pode não”. MC Sapão, outra figura consagrada do mundo do funk, traz o hit “Classe A”. E representando a nova onda do funk ostentação, o irreverente MC Frank animou a plateia com sua chegada super performática, seguida da música “Dinheiro não é problema”.

No Papo de Moleque, Vidigal revela como dói ser vítima de preconceito “Tem hora que eu queria ser de outra cor... A gente poderia ser negro só por 12 horas por dia, né? Aí mudar de cor e poder ser como eles...”. O desabafo acaba deixando os dois mais próximos e cúmplices a ponto de Vidigal revelar “Gosto muito de você, Kely”. A reação de Kely não é muito surpreendente.

A questão das cotas nas Universidades é o tema da matéria deste episódio. Para discutir como está sendo a implementação da lei, o programa entrevista o geógrafo Jaílson Silva, fundador do Observatório de Favelas; o diretor do curso de direito da UERJ, Carlos Eduardo Guerra, e o aluno cotista do curso de Jornalismo da UERJ, Jefferson de Barros.

O presidente do Olodum, João Jorge Rodrigues, é o entrevistado do Guerreiros e Guerreiras. Ele fala da sua trajetória, do Olodum e da valorização do negro e da cultura negra.

No quadro Perspectiva, MV Bill bate um papo com um atleta baiano de 18 anos, que vem se destacando no futebol.  O jogo dele é duro, e os desafios são enormes. Só que a garra e a força de vontade desse campeão são maiores ainda. Felipe Santos é cego e seu maior sonho é poder participar das paraolimpíadas!

É claro que a festa no viaduto termina em bailão, ao som de “Eu só quero é ser Feliz”, entoada por todos os convidados.




Criado em 11/11/2013 - 18:12 e atualizado em 04/07/2014 - 12:00

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí