Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

A despesca do pirarucu na Amazônia

Captura é ponto alto do manejo sustentável nas comunidades

Amazônia Legal

No AR em 20/09/2019 - 00:00

O documentarista Ramom Morato desembarca na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, na região de Tefé, para acompanhar a despesca do pirarucu. A atividade consiste na retirada dos peixes de viveiros.

O pirarucu é um peixe raro e estava desaparecendo com a pesca predatória. A criação da espécie em viveiros surgiu como uma alternativa sustentável nas comunidades ribeirinhas. É uma forma de garantir a sobrevivência da espécie e renda aos criadores. A captura do peixe, realizada via manejo sustentável, por cooperativas de pescadores, é feita em ritmo de festa e representa um ano inteiro de trabalho e espera. 

O pirarucu é fonte de renda para quem vive às margens do Rio Purus.
O pirarucu é fonte de renda para quem vive às margens do Rio Purus. - Amazônia Vídeo Produções

Pescadores são transformados em verdadeiros guardiões do pirarucu, que por muito tempo esteve à beira da extinção. Em sinergia, cooperativas, governo e iniciativa privada conseguem garantir a compra do pescado e a valorização de seus subprodutos. Depois da despesca, o documentarista conhece a produção de bolsas, brincos e colares a partir da escama do peixe.

A captura do peixe é realizada via manejo sustentável por cooperativas de pescadores
O pirarucu tem alto valor comercial pela qualidade e sabor da carne, quase sem espinhos - Amazônia Vídeo Produções

Criado em 17/09/2019 - 14:20

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí